24/5 a 16/6 Matosinhos

Romarias | Fé, lenda e milagres convocam para Festas em honra do Senhor de Matosinhos

Romarias | Fé, lenda e milagres convocam para Festas em honra do Senhor de Matosinhos

Pub

 

 

A popular romaria do Senhor de Matosinhos, irmão dos Senhores da Cruz de Barcelos e Fão, está prestes a chegar. Com efeito, o seu início é já amanhã, 24 de maio, e prolonga-se até 16 de junho. São três semanas de festa e programação repleta de momentos religiosos e profanos destinados aos cerca de um milhão de romeiros que se dirigem à cidade.

 

 

“Crê-se que a romaria do Senhor de Matosinhos carrega uma história de cerca de seis séculos, tendo como fulcro a devoção a uma imagem que talvez seja a mais antiga existente em Portugal de um Cristo em tamanho natural. A associada à lenda e ao rol de milagres atribuídos ao Bom Jesus de Matosinhos fez com que a festa se transformasse numa enorme celebração popular. Das procissões iniciais à feira que hoje atrai a Matosinhos milhares e milhares de pessoas de todas as idades e condições, a romaria tem sido capaz de preservar as suas características fundamentais, mantendo vivas tradições como a Feira da Louça ou o desfile dos vestidos de chita, a procissão solene até ao Senhor do Padrão ou o pitoresco fogo de bonecos, hoje único no país”, resume Luísa Salgueiro, presidente do Município de Matosinhos na apresentação do programa das festas ao Senhor de Bouças, como também é conhecido.

Durante três semanas, Matosinhos vive, assim, um momento excecional. De 24 de maio a 16 de junho, muitos serão os motivos para se deslocar a Matosinhos, a capital do peixe e do marisco. Os concertos de Blaya e dos GNR com a Banda de Música Matosinhos-Leça nos Jardins da Biblioteca Municipal Florbela Espanca, nos dias 9 e 10 de junho, respetivamente, prometem desde logo agitar e animar a cidade.

Para além dos cabeças-de-cartaz, o programa da romaria será também garantido por artistas locais, incluindo os grupos de bombos e zés pereiras, ranchos folclóricos, grupos de cavaquinhos e fadistas. De assinalar ainda a música de câmara com solistas da Orquestra Barroca da Casa da Música, na Igreja do Bom Jesus de Matosinhos, o concerto do Coro Ensemble Vocal Pro Music, no adro da igreja, e os já habituais encontros de tunas e o festival de folclore.

Uma das novidades deste ano é a realização de um Congresso Internacional sobre o Bom Jesus de Matosinhos, que decorrerá de 11 a 13 de junho, no Salão Nobre da Câmara Municipal. O certame incluirá a apresentação de comunicações relacionadas com a imagem do Bom Jesus de Matosinhos, visitas, e o lançamento do livro das festas “Senhor de Matosinhos – Lendas, História e Património”, da autoria de Joel Cleto. Destaque também para a exposição de Cunha e Silva “No Reino do Cavaleiro Cayo Carpo”, na Galeria da Biblioteca Municipal Florbela Espanca, de 1 de junho a 31 agosto.

No dia 8 de junho, mais um dos pontos altos das festividades, o fogo de artifício, está marcado para as 24h00 prometendo atrair milhares de pessoas à cidade. E o fogo de bonecos, uma tradição pirotécnica única no país, com presença obrigatória no cartaz, está marcado para as 19h00 do feriado municipal, 11 de junho.

Também não faltarão, claro, a sardinha assada e as farturas, as iluminações decorativas, a procissão solene, a Feira de Artesanato e a Feira da Louça, e as diversões, como os matraquilhos, os carrosséis, os carros-de-choque e outras mais radicais e destinadas aos mais intrépitos,  todos eles bons motivos para sair de casa e se divertir em Matosinhos agora que o Verão está a chegar.

 

Imagens: Município de Matosinhos

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.