Ensino | Agrupamento de Escolas Fernando Távora vence Eco Parlamento de Guimarães

Ensino | Agrupamento de Escolas Fernando Távora vence Eco Parlamento de Guimarães

Pub

 

O Agrupamento de Escolas Fernando Távora, de Guimarães, foi o distinto vencedor da quarta edição do Eco Parlamento, cuja final se realizou esta segunda-feira, 20 de maio, no Auditório da Universidade do Minho, em Guimarães.

 

Concluindo um projeto educativo municipal trabalhado ao longo do ano letivo 2018-2019, participaram na terceira e última sessão Parlamentar da 4ª edição do Eco Parlamento um total de oito Agrupamentos de Escolas de Guimarães.

A apresentação e a defesa do projeto “A Horta… de todos e para todos“, apresentado pelos alunos do Agrupamento de Escolas Fernando Távora acabou por convencer o júri. No pódio ficaram os projetos “H2O_doce – Promoção do consumo de água” (Agrupamento de Escolas Virgínia Moura) e ainda “O Mar também nos pertence” (Agrupamento de Escolas Professor Abel Salazar). Participaram também nesta sessão os Agrupamentos de Escolas Arq. Mário Cardoso, Vale de S. Torcato, D. Afonso Henriques, Santos Simões e Abação.

“Estes são desafios importantes e devem ser colocados no terreno, pelo interesse despertado pelos próprios jovens e que devem ter uma voz mais ativa. Estamos a desenhar um território diferente em Guimarães, centrado nas causas ambientais, e a Câmara Municipal de Guimarães está apostada em colher todos os contributos para construir o futuro e ajudar a mudar o mundo“, apontou a vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Adelina Pinto, na abertura desta sessão.

O Pró-reitor da Universidade do Minho, Paulo Cruz, destacou que os 17 objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas “devem ser levados muito a sério” enaltecendo a participação dos jovens vimaranenses no Eco Parlamento.

Os desafios ambientais sob o mote “Agenda 2030 da ONU – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável” estiveram na base dos trabalhos desenvolvidos ao longo do ano letivo para esta edição do Eco Parlamento.

Ao longo de diversas sessões parlamentares, em trabalho de equipa, os alunos identificaram desafios ambientais em diversas escalas geográficas e estruturaram as devidas soluções debatendo perante os restantes participantes.

O Eco Parlamento tem como objetivo garantir que os alunos adquiram conhecimentos e habilidades necessárias para promover o desenvolvimento sustentável, ao mesmo tempo que participam ativa e democraticamente. As crianças e os jovens por sua vez são centrais neste apelo global de participação e o ambiente escolar, essencial para inspirar e incentivar a participação no desenvolvimento das comunidades.

 

Imagens: Município de Guimarães

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Local, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.