Vila Nova de Famalicão

Futebol | ‘Amor de Perdição’ em Famalicão: um concelho e um clube de primeira

Futebol | ‘Amor de Perdição’ em Famalicão: um concelho e um clube de primeira

Pub

 

 

Amor de Perdição‘ para os seus adeptos, depois de assegurar a subida ao principal escalão do futebol português,o Futebol Clube de Famalicão quer agora fazer crescer o seu projeto desportivo com base numa “cultura de vitória” que reflita não só a filosofia do clube, mas que esteja também à altura dos pergaminhos do concelho.

 

 

A ideia foi esta manhã partilhada pelo presidente e pelo administrador da SAD do clube, Jorge Silva e Miguel Ribeiro, no decorrer da cerimónia de reconhecimento público que a autarquia famalicense promoveu esta segunda-feira, 20 de maio, e que juntou, nos Paços do Concelho, jogadores, equipa técnica e demais membros dos órgãos sociais do F.C. Famalicão.

Recorde-se que o clube garantiu, no final do mês de abril, a subida à I Liga, a faltarem ainda três jornadas para o final do campeonato, depois de um percurso exigente e de grande mérito.

“Um feito desportivo notável e histórico que faz justiça a um concelho que está habituado a estar na primeira divisão em muitas dimensões”, disse hoje o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

Uma conquista que, na opinião do autarca, resulta de uma união de esforços. Desde logo dos vários órgãos diretivos do F.C. Famalicão, que foram “reunindo condições e somando energias para que o projeto desportivo do clube fosse alicerçado, consolidado e bem-sucedido”, mas também da massa associativa “que ao longo dos últimos anos, e em particular nesta época desportiva, estiveram sempre do lado do clube”.

Paulo Cunha deixou ainda um apelo ao fair-play e desportivismo de todos os famalicenses: “Vêm aí momentos de uma maior exposição para o concelho e a nossa vontade de vencer todos os jogos é perfeitamente compatível com uma atitude tolerante e de respeito com todos os que nos visitam e que têm outras preferências clubísticas. Esta é uma oportunidade única de mostrar o que é Vila Nova de Famalicão”, rematou.

Sobre a subida à I Liga, o presidente da SAD, Miguel Ribeiro, falou hoje no “início de uma caminhada”que traz “responsabilidade e a confiança de que o clube conseguirá fazer mais e melhor”.

O presidente do Famalicão, Jorge Silva, lembrou todos aqueles que possibilitaram e contribuíram para o atual momento do clube. “Estamos orgulhosos, porque devolvemos a dignidade deste clube ao concelho e ao país”, disse.

O dirigente aproveitou ainda para elencar alguns dos momentos mais marcantes deste “processo de crescimento e caminho de afirmação” percorrido pelo Famalicão, dando como exemplos a implementação da Academia de Formação do clube e a constituição da Futebol Clube de Famalicão – Futebol SAD.

Assinale-se que este é o sétimo regresso do clube ao patamar maior do futebol nacional. No total, o clube, que foi fundado em 1931, somava até aqui seis presenças na I Liga, nas épocas 1946/47, 1978/79, 1990/91, 1991/92, 1992/93 e 1993/94.

 

Imagens: (0, 1) Futebol Clube de Famalicão, (1, 2) Município de Famalicão

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Mais recentes

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.