Saúde | Centros de Saúde começam a fazer testes de sangue na hora

Saúde | Centros de Saúde começam a fazer testes de sangue na hora

Pub

 

 

Mais de duas dezenas de centros de saúde vão receber um equipamento para realizar testes de diagnóstico na hora através de uma gota de sangue, afirmou o Primeiro-Ministro António Costa durante uma visita à empresa Biosurfit, Azambuja, empresa na qual este método inovador foi desenvolvido e é produzido.

 

O equipamento, chamado Spinit, é o primeiro que permite realizar na hora testes de diagnóstico de sangue (hematologia, imunoensaios e química clínica), sendo produto do desenvolvimento realizado pela empresa desde 2006 e estando atualmente a começar a ser produzido para 13 países e para o mercado nacional.

António Costa afirmou que esta empresa é um excelente exemplo na inovação, bem como na «demonstração de que as empresas não precisam de estar todas em Lisboa», sendo possível ter «indústrias de alto padrão tecnológico e de alta qualidade» fora dos grandes centros urbanos, melhorando o desenvolvimento e a coesão territorial do País.

O Primeiro-Ministro destacou também a importância do investimento das entidades públicas no capital de risco: «todos os investimentos com base na inovação exigem capacidade para investir em capital de risco e essa é uma função que as entidades públicas também têm que desempenhar». Através de um «risco partilhado que o Estado assume para apoiar a economia» – a empresa recebeu 4,3 milhões de euros do Portugal 2020 e 12 milhões de euros do Banco Europeu de Investimento.

Há dois anos, recordou António Costa, «numa edição do Web Summit, anunciámos a criação do fundo 200 M, uma ferramenta de coinvestimento inovadora que assenta num conceito fundamental: um risco partilhado que o Estado assume para apoiar a inovação nas empresas».

Aproveitando para generalizar sobre a competitividade do nosso país, António Costa concluiu: «O que nos torna competitivos é o que a Biosurfit está a fazer: ter uma ideia original, mobilizar uma equipa de conhecimento, transformar esse conhecimento num produto e fazer com esse produto fazer a diferença que lhe permite chegar ao mercado, e ajudar a economia a crescer, aumentar as exportações, o investimento e a criar mais e melhor emprego, mais qualificado».

A Biosurfit, que foi fundada em 2006 e emprega 127 trabalhadores altamente qualificados, desenvolve soluções inovadoras de diagnóstico médico para melhorar o desempenho e os resultados dos médicos, fornecendo resultados precisos e em tempo real da análise do sangue.

 

Imagens: (0) Hush Naidoo (1) Biosurfit

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.