‘Cinco séculos de azulejo’ dá asas à imaginação

‘Cinco séculos de azulejo’ dá asas à imaginação

Pub

 

 

No Dia Nacional do Azulejo assinalado ontem, 6 de maio, a editora Centro Atlântico, de Vila Nova de Famalicão, e os autores Libório Manuel Silva e Joana Pacheco anunciaram o novo livro “Colorir cinco séculos de Azulejo“, uma publicação cartonada com 64 páginas, em que convidam os leitores a colorir parte da História de Portugal, colaborando na preservação do seu riquíssimo património artístico-cultural.

Este livro de colorir – o primeiro do género em Portugal – vai inspirar o leitor a pintar admiráveis painéis relativos aos cinco séculos do azulejo em Portugal. As cores que utilizar não terão que seguir qualquer regra – bastando confiar na sua criatividade; essa originalidade irá surpreender todos aqueles com quem posteriormente decidir partilhar as suas obras de arte. Provavelmente o leitor irá depois sentir-se motivado a visitar os espaços que contêm os painéis azulejares aos quais emprestou as suas cores indicando-se, por esse motivo, sempre as suas localizações junto às respetivas imagens.

A arte do azulejo, símbolo maior do património de Portugal

Sendo Portugal o país do azulejo, a sua arte constitui um dos traços de maior originalidade do nosso património.

Os azulejos de fachada enriquecem as nossas ruas com brilhos, cores e ritmos sem igual, mas é nos templos religiosos, das pequenas capelas às grandes catedrais, nas estações de caminho-de-ferro, nos palácios, nos jardins, nas estações de metro, nas escolas, nos hospitais, nos quartéis, nos museus e em tantos outros espaços arquitetónicos, públicos ou privados, que podemos apreciar em pleno a história multissecular desta arte símbolo do nosso país.

Caso fique com vontade de saber mais sobre esta arte diferenciadora da paisagem cultural portuguesa, pode consultar outros livros sobre a arte azulejar que a editora Centro Atlântico tem vindo a publicar, designadamente “Azulejo – O que é / What is”, “Azulejos – Maravilhas de Portugal / Wonders of Portugal” e “Azulejos à Mesa / in Restaurants”.

Arteterapia, anti-stress ou puro entretenimento, qualquer que seja o objetivo, esta obra convida o leitor a dar asas à imaginação.

livro - cinco séculos de azulejo - colorir

O livro, com edição em capa dura, encontra-se à venda, nas livrarias, pelo preço de 12,20 euros.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Categorias: Arte, Cultura

Acerca do Autor

Comentários

  1. Colorir Me
    Colorir Me 24 Maio, 2022, 08:49

    It is included in my habit that I often visit blogs in my free time, so after landing on your blog. I was thoroughly impressed with it and decided to take out some precious time to visit it again and again. Thanks.

Only registered users can comment.