Braga

Bloco – Braga | Mural “Ninguém é ilegal” alerta para uma política migratória solidária

Bloco – Braga | Mural “Ninguém é ilegal” alerta para uma política migratória solidária

Pub

 

 

Um grupo de jovens da estrutura do Bloco de Esquerda de Braga pintou um mural, num dos túneis de circulação automóvel na cidade, chamando à atenção para a política de migração da União Europeia. Na apresentação do trabalho, os candidatos do Bloco de Esquerda ao Parlamento Europeu nas próximas eleições que irão decorrer em 26 de maio  – Ana Rute Marcelino, de Vila Nova de Famalicão, e Miguel Martins, de Barcelos – destacaram a necessidade de criar condições, em Portugal, mas também na Europa, para acolher bem as pessoas que aqui procuram trabalho e/ou um porto de abrigo.

 

 

No âmbito das atividades de campanha para as Eleições Europeias, o Bloco de Esquerda – este partido política não tem nenhuma estrutura política destinada especificamente aos jovens – pintou este mural para salientar a necessidade de respeito pelos direitos humanos dos refugiados – “Ninguém é ilegal“,  e para alertar para a urgência de uma política migratória solidária – “A Europa é aqui”. Escreveram ainda o slogan da campanha “#ladoalado“.

Na conferência de imprensa, Ana Rute Marcelino referiu “a necessidade da solidariedade entre os povos, para que todos sejam tratados com dignidade e respeito”. A candidata ao Parlamento Europeu afirmou ainda que “Portugal enfrenta problemas demográficos graves”, nomeadamente “o envelhecimento da população e a baixa natalidade”. “O Bloco de Esquerda defende políticas públicas que assegurem a atração de pessoas e o bom acolhimento, favorecendo a reunificação familiar, com programas de empregos”, acrescentou.

Miguel Martins reforçou a mensagem apelando ao voto nas Eleições Europeias para “impedir os movimentos racistas e xenófobos que crescem um pouco por toda a Europa, afastando a extrema-direita antieuropeísta do Parlamento Europeu”.

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à sua manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983404

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.