Região de Basto

PS – Celorico de Basto | Inclusão da ligação Corgo-A7 no PNI 2030 é motivo de satisfação

PS – Celorico de Basto | Inclusão da ligação Corgo-A7 no PNI 2030 é motivo de satisfação

Pub

 

 

A estrutura Concelhia do Partido Socialista de Celorico de Basto manifestou a sua satisfação pela decisão do Governo de incluir o troço da Variante Rodoviária do Tâmega entre o Corgo e o nó da A7, entre Celorico de Basto e Arco de Baúlhe, em Cabeceiras de Basto, no Plano Nacional de Investimentos 2030 (PNI 2030). A inclusão desta infraestrutura no PNI 2030 foi confirmada na manhã de hoje, 23 de abril, na Assembleia da República, durante a audição que decorreu com o Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos.

 

 

“A inclusão desta importante ligação do concelho de Celorico de Basto à Rede Nacional de Autoestradas – A7 – no PNI 2030 não pode deixar de motivar uma expressão de satisfação do Partido Socialista de Celorico de Basto”, assim se manifesta a estrutura política Concelhia local do partido. Esta considera que “embora este plano não privilegie a rodovia, foi reconhecida pelo Governo a sua importância para a coesão do território das Terras de Basto, mormente do seu concelho com mais população: Celorico de Basto”.

A estrutura celoricense do Partido Socialista complementa afirmando que “não deixará de pugnar e exercer a sua magistratura de influência para consciencializar os decisores da infinita debilidade do concelho neste contexto, não só no que se refere às suas ligações locais e regionais, como à sua interação com a Rede Rodoviária Nacional”.

Infraestrutura essencial ao concelho de Celorico e à região de Basto

A inclusão deste troço da Variante do Tâmega no PNI 2030 acontece quando se encontram já adjudicadas e em obra as ligações da vila de Mondim de Basto à EN 210, que liga Amarante a Cabeceiras de Basto e uma variante entre Amarante e Celorico de Basto, e do troço Lordelo-Corgo, em Celorico de Basto.

A ligação de Mondim de Basto à EN210, que envolve um investimento de 7,6 milhões de euros, compreende a construção de uma nova estrada alternativa à EN210 e EN304, com 2,6 quilómetros de extensão; duas novas pontes, sobre o Rio Tâmega (com 232 metros de extensão) e sobre o Rio Veade (com 154 metros de extensão); e a requalificação do troço da atual EN304, com cerca de 1 quilómetro de extensão, que inclui o alargamento desta via de modo a garantir a ligação do centro urbano de Mondim de Basto à Ciclovia do Tâmega.

O PNI 2030 é o instrumento de planeamento do próximo ciclo de investimentos estratégicos e estruturantes de âmbito nacional que o Governo lançou em 2018 para fazer face às necessidades e desafios de médio e longo prazo, em particular nos setores da Mobilidade e Transportes, Ambiente e Energia.

Imagens: Nelo Gonçalves

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à sua manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983404

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.