Braga

Dependências | Projecto Homem em Viena para participar na Comissão de Estupefacientes das Nações Unidas

Dependências | Projecto Homem em Viena para participar na Comissão de Estupefacientes das Nações Unidas

Pub

 

 

 

Terminou ontem, 22 de março, em Viena de Áustria, a 62ª Sessão da Comissão de Estupefacientes das Nações Unidas. O encontro contou com a participação do Centro de Solidariedade de Braga/Projecto Homem na organização de um dos seus eventos especiais.

 

 

Neste encontro participaram representantes dos Estados membros das Nações Unidas, organizações governamentais e não governamentais, sociedade civil e a comunidade científica perita em matéria de substâncias psicoativas. Portugal fez-se representar, nos dias 14 e 15, por Raquel Duarte, Secretária de Estado da Saúde, e pelo Coordenador Nacional para os Problemas da Droga, das Toxicodependências e do Uso Nocivo do Álcool.

Projecto Homem participa em evento especial

O Centro de Solidariedade de Braga/Projecto Homem integrou a Comitiva que presente na segunda-feira, dia 18, na 62ª Sessão da Comissão de Estupefacientes das Nações Unidas para participar no Evento Especial dedicado ao tratamento baseado na evidência científica em Comunidade Terapêutica como parte integrante do sistema de saúde.

O Projecto Homem co-organizou, em conjunto com os governos da Grécia e Espanha,  a KETHEA, a Federação Mundial de Comunidades Terapêuticas (WFTC) e a UNODC, o evento especial: “Evidências sobre tratamento e comunidades terapêuticas como parte integrante do sistema de saúde “, no âmbito da 62ª Sessão da Comissão de Esupefacientes. Este evento de alto nível desenrolou-se na sede das Nações Unidas em Viena.

Estudo inovador sobre Comunidades Terapêuticas

Além disso, durante este evento especial foi apresentado um estudo inovador sobre a eficácia da Comunidade Terapêutica (TC), implicações para a saúde pública e políticas de ação preventiva. O relatório contém os resultados de um estudo realizado com uma amostra de pessoas em tratamento na Grécia e em Espanha. O objetivo desta pesquisa era analisar a relação entre história familiar de abuso de substâncias, problemas de saúde mental co-existentes e históricos emocional, física ou abuso sexual, gravidade da dependência de drogas e resultado do tratamento. Este estudo foi realizado pelo Gabinete das Nações Unidas para as Drogas e Crime (UNODC), KETHEA (Grécia) e Projecto Hombre, entidades que estão plenamente conscientes da necessidade de evidência científica apoiando intervenções no campo de dependências.

Através de intervenções educativas e terapêuticas, os residentes nas Comunidades Terapêuticas podem modificar hábitos, padrões de pensamento e ajustar sua gestão emocional para superar o transtorno do uso de substâncias tornando-se membros ativos da sociedade. O tratamento consiste na avaliação, ajuste e supervisão das áreas: comportamental, cognitiva, afetiva, neurológica, familiar, social, acadêmica e de trabalho. As ferramentas básicas são confronto, autoajuda e feedback.

 

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à sua manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983404

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

 

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.