Vila Nova de Famalicão

Exposição | ‘Fernando Pessoa em Vila Nova de Famalicão’ esteve na Casa das Artes

Exposição | ‘Fernando Pessoa em Vila Nova de Famalicão’ esteve na Casa das Artes

Pub

 

 

 

A Exposição “Fernando Pessoa em V. N. de Famalicão” foi inaugurada no passado dia 1 de Dezembro no foyer da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão. A exposição – de pintura, fotografia, serigrafia e escultura em cerâmica – realizada a partir de desafios dirigidos a diversos artistas pela editora famalicense Centro Atlântico, promotora do evento, esteve patente ao público de 1 de dezembro do ano transato até hoje, 31 de janeiro de 2019.

 

 

Desde o seu nascimento, em 1995, a Centro Atlântico publicou até ao momento sete livros sobre a obra de Fernando Pessoa:  “Lisboa – O que o Turista Deve Ver / What the Tourist Should See”, “palavras do Livro do Desassossego”, “O Meu Tio Fernando Pessoa”, “O Guardador de Rebanhos”, “O Conto do Vigário”, “Mensagem – edição comentada” e “palavras de Fernando Pessoa – desenvolvimento pessoal e negócios”.

Nesses projetos editoriais, contou com o talento de seis reconhecidos criadores: Margarida Costa (Cerâmica), Paulo Buchinho e Mário Linhares (Ilustração), Cristina Troufa (Pintura), e André Boto e Libório Manuel Silva (Fotografia). As obras de arte destes artistas, inspiradas nos textos do mais universal dos poetas da língua portuguesa, foram agora reunidas, de forma exclusiva, na Casa das Artes de V. N. de Famalicão.

José Augusto Alves, da Centro Atlântico, deixa algumas indicações sobre os artistas e trabalhos expostos, começando por se referir a Mário Linhares. “Mário Linhares, ilustrador, realiza os seus trabalhos com recurso a tinta-da-China e aguarelas sobretudo. Nos seus trabalhos, realiza primeiro o seu traço identificativo complementando-o depois com diversas tonalidades de aguarelas em partes da imagem traçada. Os seus trabalhos ilustraram grande parte do edição de “palavras do Livro do Desassossego”, que tem sido um dos grandes sucessos editoriais da empresa”.

Paulo Cotrim é outro dos artistas expostos e trabalhou no livro “Lisboa”, um recurso para turistas composto há cerca de 80 anos atrás por Fernando Pessoa. “O livro é uma edição bilingue e apresenta uma tradução rigorosa. Apresenta ilustrações dos vários locais mencionados no texto e que são complementadas com indicações sobre a atualidade, por exemplo, relativas ao Largo do Rato e Praça do Brasil”.

“Por sua vez”, acrescenta José Augusto Alves, “a Mensagem, uma das obras de referência de Fernando Pessoa” sobre o passado de Portugal e que tenta encontrar um sentido para a antiga glória do país, mas também a decadência existente na época em que o livro foi escrito, “tem fotografia de André Boto, um dos fotógrafos de referência nacionais e multiplamente galardoado, inclusive com o prémio de Fotógrafo Europeu do Ano em 2010”. André Boto fotografa e aplica cenários virtuais, realizados em computador. Esta edição da Mensagem foi prefaciada por Bagão Félix”.

 

Imagens: Mário Linhares, Paulo Buchinho, André Boto e Margarida Costa, por Passos Zamith / An by An

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à sua manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983404

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Arte

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.