Inovação | Vital Tecidos e Fibrenamics desenvolvem tecnologia de son(h)o para quem está acamado

Inovação | Vital Tecidos e Fibrenamics desenvolvem tecnologia de son(h)o para quem está acamado

Pub

 

 

 

A Vital Marques Rodrigues, sociedade têxtil de Guardizela, em Guimarães, com mais de 100 anos de experiência nos mercados de fiação e tecelagem, está agora pronta a melhorar a saúde e conforto de quem sofre de mobilidade reduzida, doenças crónicas ou terminais. Esse é o resultado de dois anos de investigação científica e desenvolvimento tecnológico da Fibrenamics em parceria com a empresa que resultaram num produto inovador, o colchão Sense Bed.

 

 

Após investigação realizada em pareceria com a unidade tecnológica da Universidade do Minho, a Fibrenamics, a empresa lançou o Sense Bed. Desta parceria resultou uma gama de quatro produtos, encontrando-se dois deles, neste momento, em fase de patenteamento para a área da saúde e bem-estar.

O Sense Bed possui uma superfície biomimética de prevenção de escaras que melhora a distribuição do peso da pessoa no colchão. Este produto tem excelentes propriedades estruturais, que o torna 20% mais confortável que o atualmente existente no mercado. Uma outra característica do Sense Bed é o sistema flexível de aquecimento incorporado que, através de uma estrutura fibrosa condutora, permite obter o controlo térmico do paciente acamado. As suas fibras condutoras incorporadas em poliéster permitem dissipar energia na forma de calor permitindo regular a temperatura de acordo com a preferência do utilizador. Para além disso, este inovador tecido possui ainda um sistema de monitorização de intensidade de pressão, mediante mapeamento, para auxiliar os cuidadores de acamados a prevenir o aparecimento de escaras pela exposição prolongada a pressão local de risco.

Estes três produtos funcionam de forma isolada podendo, no entanto, atuar de forma integrada dando origem a um quarto produto com todas estas funcionalidades.

A gama de produtos Sense Bed foi desenvolvida pela Fibrenamics a partir de materiais e estruturas fibrosos que atuam como sensores, proporcionando conforto e auxílio na identificação de riscos para a saúde dos seus utilizadores, como é o caso das úlceras de pressão.

Além de inteligentes, estes novos têxteis são também facilmente incorporados em colchões ou como capas para os mesmos.

O projeto Sense Bed – Substratos têxteis inteligentes para monitorização e conforto térmico de acamados foi cofinanciado pelo programa Portugal 2020.

 

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é generalista, independente, plural e gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede. Só um jornalismo forte pode garantir qualidade no serviço oferecido aos leitores.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu contributo, ainda que simbólico, sob a forma de donativo.

MB Way: 919983484

Multibanco ou netbanking:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Economia, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.