Esposende

Ensino | Centro de Educação Ambiental de Esposende dedica mês de janeiro à ciência

Ensino | Centro de Educação Ambiental de Esposende dedica mês de janeiro à ciência

Pub

 

 

 

No âmbito da iniciativa “Janeiro, mês da Ciência”, a Esposende Ambiente, através do Centro de Educação Ambiental, promoveu a apresentação a peça de teatro Konkachila, dedicada à Biosfera, pelo Grupo de Teatro Muzumbos. A iniciativa, que teve lugar em três sessões, no Auditório Municipal de Esposende, contou com a participação de cerca de 650 crianças e jovens de 11 estabelecimentos de educação e ensino e IPSS´s do concelho.

 

 

Konkachila retrata as aventuras de Celeste, uma menina que adorava observar a natureza e questionar o sentido das coisas, incentiva as crianças a observar e compreender o meio ambiente como um todo, lembrando que não vivem isolados e que as suas ações têm repercussões no equilíbrio da vida, afetando os ecossistemas positiva ou negativamente.

A iniciativa “Janeiro, mês da Ciência”, prevista no Plano de Atividades do Centro de Educação Ambiental para o presente ano letivo, inclui ainda a realização de um conjunto diversificado de atividades lúdico-pedagógicas dirigidas essencialmente à comunidade educativa concelhia e onde são abordadas diferentes áreas das ciências. Do programa consta, assim, a realização de várias oficinas experimentais dirigidas à comunidade educativa do 1.º e 2.º ciclos, que serão desenvolvidas nos estabelecimentos de educação e ensino no âmbito do projeto OMARE. A oficina intitulada “Alapa-te aqui” explora a importância da função cardíaca nos animais, tendo como base a monitorização desta função básica em lapas e como esta informação pode dar pistas sobre a resposta dos animais às alterações climáticas, nomeadamente o aumento da temperatura. Já a oficina dedicada ao tema “Segredos entre marés” aborda a importância da água para os seres vivos e dá a conhecer as principais diferenças entre as massas de água e os animais que habitam os vários ecossistemas aquáticos. Estas oficinas são orientadas por investigadores do CIBIO – Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto.

Também no âmbito desta iniciativa, e dirigido à população em geral, teve lugar, a 19 de janeiro, um workshop dedicado aos iogurtes vegetais caseiros, onde serão abordados os princípios relacionados com a fermentação do leite e com a produção de iogurtes vegetais, sendo dados a conhecer os ingredientes e utensílios necessários ao processo.

Por fim, até final de janeiro, está patente no Centro de Educação Ambiental a exposição temporária “Dar a conhecer para preservar”, do fotógrafo de natureza Carlos Rio. Esta exposição visa, através da fotografia de animais selvagens que na sua grande maioria vivem bem perto dos humanos, mostrar o quanto é necessário que as pessoas os conheçam para que os possam defender e ajudar na sua preservação e dos seus habitats.

O programa “Janeiro, mês da Ciência” enquadra-se nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU, no que concerne à Saúde de Qualidade, Educação de Qualidade, Água Potável e Saneamento, Cidades e Comunidades Sustentáveis, Produção e Consumo Sustentáveis, Ação Climática, Proteger a Vida Marinha, Proteger a Vida Terrestre e Parcerias para a Implementação dos Objetivos.

O Plano de Atividades do Centro de Educação Ambiental para 2018/2019 encontra-se disponível na página da EsposendeAmbiente e no Blogue do CEA.

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é generalista, independente, plural e gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede. Só um jornalismo forte pode garantir qualidade no serviço oferecido aos leitores.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu contributo, ainda que simbólico, sob a forma de donativo.

MB Way: 919983484

Multibanco ou netbanking:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Política, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.