12/12 a Braga

Identidade | ‘Era uma vez uma cidade’ já contou a história de Braga a 25000 visitantes da Torre de Menagem

Identidade | ‘Era uma vez uma cidade’ já contou a história de Braga a 25000 visitantes da Torre de Menagem

 

 

 

A exposição “Era Uma Vez Uma Cidade”, instalada na Torre de Menagem da cidade de Braga desde há um ano, já recebeu perto de 25 mil visitantes tornando-se no espaço cultural mais visitado do universo municipal bracarense.

 

 

Encontrando-se ainda por contabilizar o mês de dezembro, a exposição “Era Uma Vez Uma Cidade” tinha registado a entrada de 24079 visitantes. O melhor mês foi agosto com 4339 visitantes.

Estes números enchem de “orgulho” a Vereadora da Cultura e Educação, Lídia Dias, que considera que os bracarenses têm devotado um crescente interesse à sua identidade.

“Uma das nossas linhas de acção é a promoção da identidade. É isso que temos desenvolvido com o programa “À Descoberta de Braga”, com o Serviço Educativo Integrado, com a nossa iniciativa editorial ou com eventos como a Braga Romana ou a Braga Barroca. A Torre de Menagem e a exposição que aqui se encontra é um complemento a todo este trabalho que temos desenvolvido e que já está a dar frutos», refere Lídia Dias.

Segundo a Vereadora, os resultados positivos alcançados “não apenas confirmam a opção do Município para um espaço que se encontrava arredado da vida dos bracarenses”, mas também «criam a obrigação de potenciar uma oferta mais significativa nas áreas da História e do Património. Temos que ir de encontro ao que os bracarenses nos pedem”, rematou.

Recorde-se que aquele que foi batizado como Núcleo Interpretativo da História de Braga propõe uma versão ilustrada da história, protagonistas e evolução urbana de Braga, através do talento esclarecido do ilustrador bracarense César Figueiredo.

A Torre de Menagem, em Braga, abriu as portas ao público com esta exposição de ilustrações sobre a história da cidade em 12 de dezembro de 2017. A Torre de Menagem é quase só o que resta do antigo castelo da cidade. Localizada no ponto mais elevado do planalto em que assentava o burgo medieval, este monumento integrava uma fortificação reforçada com cinco torreões.

É ali, no núcleo do antigo castelo de Braga e baluarte mais evidente da história comum, que se encontra o Núcleo Interpretativo da História de Braga, devotado ao público escolar, mas também disponibilizado a todos os bracarenses e turistas que visitam a cidade.

Este é o primeiro projeto em Portugal que integra ilustração histórico-arqueológica, desenho, infografia 3D, maquetas e espólio arqueológico numa viagem de mais de dois milénios sobre a história da cidade de Braga.

Mais de oitenta ilustrações, distribuídas ao longo de quatro pisos, permitem um inédito percurso pelos dois mil anos de história da cidade de Braga. A elaboração dos conteúdos contou com a colaboração de uma dezena de investigadores, além do apoio logístico do Museu D. Diogo de Sousa e do Museu Pio XII.

 

Fonte: Município de Braga

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver. 

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à sua manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983404

Netbanking Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Cultura, Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.