Guimarães

Deficiência | Ao ritmo da Cercissons, ‘Caminhada Inclusiva’ vimaranense alerta para direitos dos deficientes

Deficiência | Ao ritmo da Cercissons, ‘Caminhada Inclusiva’ vimaranense alerta para direitos dos deficientes

 

 

 

A defesa dos direitos das pessoas com deficiência, como direito ao trabalho, direito à igualdade, a inclusão e abordagens da sexualidade foram alguns dos temas focados esta manhã, no âmbito de uma iniciativa inserida nas Comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. A Caminhada Inclusiva, organizada pela Cercigui decorreu esta sexta-feira, 7, em Guimarães, e contou com a participação de dezenas de pessoas. Em solidariedade com estes princípios e e estas pessoas estiveram presentes os atletas Dulce Félix, Ricardo Ribas, Manuel Mendes e Neno.

 

 

Dezenas de pessoas percorreram as ruas de Guimarães, numa Caminhada Inclusiva, ao som de caixas e bombos, até à Câmara Municipal. O percurso, desde os Paços dos Duques de Bragança até ao Largo da Câmara, foi animado pela CERCISSONS que marcou o passo desta caminhada e contou ainda com a participação das escolas e das instituições que integram o Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência. No final assistiu-se à leitura do Pregão, com destaque para a inclusão na sociedade. O Pregão foi elaborado pelos membros do Fórum, sob a coordenação de António Cardoso.

Domingos Bragança destacou o trabalho do Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência, mas sublinha que “é preciso fazer sempre mais e melhor”, enaltecendo o “esforço coletivo de toda a comunidade” onde mencionou o papel das escolas e instituições, técnicos e assistentes, professores e formadores e “uma palavra especial para os pais e familiares destas crianças”. O presidente da Câmara Municipal salientou que “a inclusão é um direito assim como o acesso a um conjunto de serviços gerais, mas dignidade também deve ser tida em conta e é importante aceitar as abordagens na escola e na família quanto à sexualidade e sem tabus”, frisou.

A Caminhada Inclusiva contou com a participação de Dulce Félix, Ricardo Ribas, Manuel Mendes, Neno e ainda a Cercigui, a APCG, a Escola de Abação, a Escola Fernando Távora, a Escola João de Meira e o CAO Lar de Alecrim da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães.

No próximo domingo, 9 de dezembro, também o Vitória Sport Clube, aquando do jogo de futebol com o Rio Ave, se associa a estas comemorações, através da entrada no relvado dos jovens das instituições e das escolas com os jogadores. O programa termina no dia 10 de dezembro com uma aula aberta de judo adaptado na Cercigui.

 

Fontes: Município de Guimarães e Cercigui

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver. 

A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à sua manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de multibanco ou netbanking.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.