Saúde | Urgências aumentam mais de 30 por cento em dezembro, Mês da Medicina Interna

Saúde | Urgências aumentam mais de 30 por cento em dezembro, Mês da Medicina Interna

 

 

 

 

A Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) assinala em dezembro, pela primeira vez, o Mês da Medicina Interna, com o objetivo de destacar a importância desta especialidade médica no contexto hospitalar. Esta iniciativa insere-se nas comemorações do 67º aniversário da SPMI.

 

 

“Em dezembro, os Serviços de Medicina Interna têm de responder ao aumento das necessidades de internamento do Serviço de Urgência, que aumentam a sua lotação em mais de 30 por cento. Tantos doentes a mais são tratados com o mesmo número de internistas, sem qualquer compensação adicional, mantendo a qualidade assistencial”, explica João Araújo Correia, presidente da SPMI.

E acrescenta que “o doente agudo grave ou menos grave, e o que é portador de doença crónica descompensada, todos recorrem ao Serviço de Urgência do hospital, onde se sentem seguros e confiantes nas mãos dos internistas. Mesmo em dezembro, quando as doenças se multiplicam, a Medicina Interna está sempre lá. Os portugueses podem continuar a contar com a dedicação dos internistas.”

É também em dezembro, no dia 14, que a SPMI assinala o seu aniversário: “Atualmente somos a maior Sociedade Científica Médica Portuguesa (com 2500 sócios) e o nosso crescimento é imparável, com 940 internos em formação”, conclui João Araújo Correia.

A Medicina Interna é já a maior especialidade médica hospitalar, representando 13% do total. A vocação do internista para o tratamento do doente agudo ou crónico complexo faz com que possa trabalhar com qualidade em vários cenários, desde a emergência, à urgência, ao internamento (hospitalar ou domiciliário), às Unidades Intensivas e Intermédias, ou ainda nos Cuidados Continuados e Paliativos.

X Encontro Nacional de Médicos Internos de Saúde Pública em Guimarães

“Discutir o que mais de inovador se faz na Saúde Pública”. Este é um dos objetivos centrais do Encontro Nacional de Médicos Internos de Saúde Pública (ENMISP) que, este ano, fica marcado pela comemoração de uma década “a juntar médicos internos de saúde pública de várias zonas do país para trocarem ideias e conhecimentos”.

Agendado para dias 6 e 7 de Dezembro, o X ENMISP realiza-se na cidade de Guimarães e pretende ser também uma oportunidade para debater “os novos desafios que enfrentamos na nossa prática diária, através de apresentações orais, sessões práticas de aprendizagem ou reflexão sobre problemas”.

A SPMI 

A Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) é uma das maiores sociedades científicas médicas portuguesas, que congrega os internistas, que são a base do Serviço Nacional de Saúde nos hospitais. Um dos seus maiores desígnios é a divulgação do conhecimento, dirigida aos médicos e à população, no campo muito vasto da Medicina Interna. Para além da Medicina Curativa, quer ser também cada vez mais reconhecida no campo da prevenção da doença e promoção da saúde.  https://www.spmi.pt/

 

Fonte: SPMI e AJOMED

Imagem de destaque: Rawpixel.com

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver. 

A Vila Nova é generalista, independente, plural e gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à sua manutenção e desenvolvimento na rede. 

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu contributo, ainda que simbólico, sob a forma de donativo através de multibanco ou netbanking.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.