19/11 Serralves, Porto

Europa | Ana Paula Zacarias e Niccoló Milanese em debate: ‘A Utopia Democrática: Do Erasmus ao Futuro’

Europa | Ana Paula Zacarias e Niccoló Milanese em debate: ‘A Utopia Democrática: Do Erasmus ao Futuro’

 

 

 

‘A Utopia Democrática: Do Erasmus ao Futuro’ é o tema do debate que a Fundação de Serralves abre ao público no próximo dia 19 do corrente mês de novembro, pelas 21h30. Na qualidade de oradores, estarão presentes Ana Paula Zacarias, Secretária de Estado dos Assuntos Europeus, e Niccoló Milanese, co-presidente do movimento Alternativas Europeias. No papel de moderador encontrar-se-á Carlos Jalali, professor da Universidade de Aveiro e diretor dos respetivos mestrado e programa doutoral em Ciência Política.

 

 

‘A Utopia Democrática: Do Erasmus ao Futuro’ será palco de um debate entre os que defendem a utopia de uma Europa democrática, com uma constituição federal, partidos e ciclos eleitorais europeus, onde a Comissão e o seu Presidente resultam dos resultados das eleições e os que consideram que a União Europeia é uma construção sui generis em que a dimensão intergovernamental é essencial para garantir o equilíbrio entre os Estados e preservar as identidades nacionais.

Este debate enquadra-se na iniciativa “Encontros com os Cidadãos” sobre o futuro da Europa, coordenada pela Secretaria de Estado dos Assuntos Europeus.

Ana Paula Zacarias, a Secretária de Estado dos Assuntos Europeus, nasceu em Lisboa a 5 de janeiro de 1959. É licenciada em Antropologia Cultural pela Universidade Nova de Lisboa (UNL). Possui uma longa carreira em Portugal e no exterior, como diplomata do Ministério dos Negócios Estrangeiros desde 1983.

Antes de assumir o atual cargo de Secretária de Estado, desempenhou funções no Serviço Europeu de Ação Externa como Embaixadora da União Europeia para a Colômbia e Equador desde 2015 e anteriormente, Embaixadora da UE para o Brasil, desde 2011.

Em Portugal, foi Vice-presidente do Instituto Camões, Consultora para as Relações Internacionais na Presidência da República, Diretora dos Serviços de Informação e Imprensa do MNE, Representante do MNE no Pavilhão de Portugal e das Comunidades Portuguesas durante a Expo 98, Secretária de Embaixada nos Serviços do Protocolo do Estado e na Direção de Serviços da Europa.

No estrangeiro, foi Representante Adjunto na Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia, Embaixadora de Portugal na Estónia, Representante Permanente Adjunto na Delegação de Portugal junto da UNESCO em Paris, Representante de Portugal junto da União Latina, Cônsul de Portugal em Curitiba e Secretária de Embaixada na Embaixada de Portugal em Washington.

Niccolò Milanese é co-presidente da European Alternatives, onde dirige os conselhos transnacionais e consultivos. Faz também parte dos comités diretores eleitos da Rede Cultural Innovators – uma rede trans-mediterrânica de ativistas e hibridadores culturais -, tendo estado envolvido na fundação de numerosas organizações políticas e culturais, revistas e iniciativas em diversos pontos do Mediterrâneo, incluindo a The Liberal Magazine, o YAANI, o Mena Policy Hub, o bitmind, a Cultural Innovators Network, a ECIT Foundation for European Citizenship e Europa + por uma UE democrática

Representa publicamente a organização, angaria fundos, está em diálogo com os membros e trabalha em desenvolvimento organizacional e parcerias estratégicas.

Niccolò Milanese estudou em Cambridge, Siena e Paris. Poeta e filósofo, vive em Paris, mas nasceu em Londres, fruto de pais italianos e britânicos. Atua regularmente como consultor para instituições culturais, educativas e políticas e grupos ativistas sobre mediação cultural e inovação artística, cidadania e teoria política além das fronteiras, tendências geracionais e design organizacional.

Carlos Jalali é doutorado em Ciência Política pela Universidade de Oxford. É professor na Universidade de Aveiro, onde dirige o mestrado em Ciência Política e o programa doutoral UA-UBI em Ciência Política, sendo também coordenador da linha Políticas Públicas, Instituições e Inovação na unidade de investigação GOVCOPP. A sua investigação centra-se nas instituições políticas, sistemas partidários, comunicação política e comportamento eleitoral em Portugal. Em concreto, neste momento, Carlos Jalali estuda o impacto da crise financeira de 2008 nas campanhas e resultados eleitorais em 9 países europeus. ‘Changing European Elections’ pretende comparar as eleições europeias de 2009 com as de 2014 com o objetivo de observar eventuais mudanças de paradigma no discurso e na estratégia de campanha dos principais partidos políticos de cada um dos países em análise.

Entre outros, Carlos Jalali é autor do livro ‘Partidos e Sistemas partidários’ (2017). Carlos Jalali considera que os sistemas partidários deixaram de ser previsíveis, as que, no entanto, “não é só com partidos que há democracia”. O investigar estuda atualmente

 

Fontes: Serralves, Governo, European Alternativeses, Third Sector Impact, TEDxAveiro e 90 Segundos de Ciência

Imagens: (0, 1) Serralves, (2) Governo, (3) European Alternatives, (4) 90 Segundos de Ciência

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver. 

A Vila Nova é generalista, independente, plural e gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede. Só um jornalismo forte pode garantir qualidade no serviço oferecido aos leitores.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu contributo, ainda que simbólico, sob a forma de donativo através de multibanco ou netbanking.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.