Orçamentos | Barcelos mantém protocolo dos 200% com freguesias e prevê algumas obras estruturantes

Orçamentos | Barcelos mantém protocolo dos 200% com freguesias e prevê algumas obras estruturantes

 

 

 

A Câmara Municipal de Barcelos, liderada por Miguel Costa Gomes, com o apoio do Partido Socialista, deliberou, em reunião realizada no passado dia 31 de outubro, submeter à aprovação da Assembleia Municipal a proposta das Grandes Opções do Plano e Orçamento para o ano de 2019, no valor de 68.103.000€.

 

 

Trata-se de um aumento de mais de 3,5 milhões de euros face ao Orçamento de 2018 e consubstancia a estratégia da atuação política para 2019 assente na estimativa dos recursos financeiros.

Prevê-se que as receitas correntes atinjam os 57.272.240€ e as de capital os 10.830.760€; quanto às despesas correntes, regista-se o valor de 39.107.190€, o que representa um aumento em relação a 2018, justificado com a subida das despesas com pessoal, destinado ao preenchimento de recursos humanos dos serviços municipais, muito afetados pelo corte de pessoal em ano anteriores, tendo em vista terminar com o recurso a programas do IEFP. As despesas de capital são de 28.955.810€.

Ainda quanto às receitas é de realçar um aumento em todos os items, designadamente as provenientes dos impostos diretos, sendo de destacar o aumento significativo das transferências correntes e de capital por via do Fundo de Equilíbrio Financeiro.

O documento salienta como principais programas e investimentos estruturantes, a consolidação do programa associado à classificação de Barcelos como Cidade Criativa da UNESCO, bem como a valorização das produções artesanais onde se destaca a certificação do bordado de crivo e a valorização dos recursos culturais imateriais e materiais. Será mantida a aposta na área ambiental e o incremento nas questões da mobilidade, pela efetivação da Autoridade de Transportes e avaliação do serviço experimental Barcelos Bus, entre outras ações.

Destaque, ainda, para a construção do canil municipal, da desmaterialização dos processos de obras, da criação de um Fórum Estratégico Municipal e de um Centro de Empreendedorismo, a continuação da aposta na Educação.

Entre os grandes investimentos está o protocolo dos 200% com as freguesias – que em 2019 é de mais de 5,1 milhões de euros – e a execução de obras estruturantes, como a reabilitação do Mercado Municipal, a ETAR em Macieira de Rates, as obras no Bairro Fundação Salazar e do Centro Escolar da Várzea, entre outros, para além do lançamento a concurso público para a ligação da circular urbana em Gamil.

 

Fonte: Município de Barcelos

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver. 

A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

 

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.