Vila Nova de Famalicão

Saúde | Ivo Sá Machado recebe delegação do PS e esclarece: Quase todos os famalicenses têm Médico de Família

Saúde | Ivo Sá Machado recebe delegação do PS e esclarece: Quase todos os famalicenses têm Médico de Família

 

 

Maria Augusta Santos, Nuno Sá e Luís Soares, deputados do Partido Socialista à Assembleia da República, por Braga, em articulação com as respetivas Concelhia de Vila Nova de Famalicão e Federação Distrital de Braga efetuaram, ontem, 8 de outubro, uma visita de trabalho à unidade de saúde denominada UCSP Famalicão. O objetivo da visita foi concretizado mediante a realização de uma reunião com a direção do ACES Ave Famalicão visando apurar a real situação do ACES e, em particular, da UCSP Famalicão, habitualmente ainda referida pelos utentes como Centro de Saúde de Vila Nova de Famalicão devido à sua antiga denominação.

 

 

No âmbito desta iniciativa, estes deputados, acompanhados de Célia Menezes, vereadora do PS na Câmara Municipal de Famalicão, e Santos Oliveira e Pedro Soutinho, representantes do partido a nível local, reuniram com Ivo Sá Machado, Diretor Executivo do ACES Ave / Famalicão. Dessa reunião, foi possível apurar que, nesta data, “todos os Famalicenses, com exceção de alguns residentes em Fradelos, têm médico de Família atribuído”. No entanto, estes famalicenses poderão inscrever-se na Unidade de Ribeirão, “pois nesta unidade há ainda capacidade para mais 1200 utentes”. Considerando a situação de Fradelos muito particular, a direção do ACES Ave Famalicão”está a trabalhar para serem assegurados os melhores cuidados de saúde primários com garantia de acesso a Médico de Família”. Os números deixaram os socialistas bastante satisfeitos porquanto, em 2015, a área do ACES Ave / Famalicão tinha ainda 7500 utentes sem Médico de Família.

Quanto ao eventual encerramento de extensões de saúde, Ivo Sá Machado esclareceu que “as orientações da ARS Norte são para manter as unidades abertas e com médicos alocados de acordo com as suas necessidades, pelo que o encerramento não se coloca nesta fase.

Segundo o Diretor Executivo do ACES Ave Famalicão, “11 novos médicos fizeram a sua integração em setembro, dos quais 8 vieram substituir outros tantos médicos que se aposentaram”, numa renovação considerada “sem paralelo na história do ACES”, o que foi registado com agrado pela comitiva socialista, na medida em que “estes factos comprovam o trabalho do Governo do PS para o desenvolvimento e melhoria dos cuidados de saúde primários”.

Dados os factos apontados, Rui Faria, o líder da Concelhia Socialista, considera não se poder “deixar de lamentar e repudiar o comportamento político do PSD que, há poucos dias atrás, pela voz do seu Presidente local e demais dirigentes partidários, protestaram veementemente porque quatro listas de utentes ficaram sem médico de família durante um mês, mas nunca levantaram a voz quando as listas de utentes sem médico – 7500, de acordo com os números fornecidos – estiveram vários anos sem médico de família atribuído”.

No final, e na sequência das visitas efetuadas à UCSP Famalicão e USF Nova Estação, os deputados e dirigentes socialistas registaram “a manifesta necessidade de se realizarem obras nalgumas unidades”, tendo assumido “o compromisso de levar ao conhecimento da tutela a realidade de Vila Nova de Famalicão”, bem como de “indagar sobre o que está a ser preparado para dar resposta positiva aos problemas e novos desafios apresentados”.

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos. Gostaríamos de poder vir a admitir pelo menos um jornalista a tempo inteiro que dinamizasse a área de reportagem e necessitamos manter e adquirir equipamento. Para além disso, há ainda uma série de outros custos associados à manutenção da Vila Nova na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de multibanco ou netbankimg.

 

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.