Mundo Têxtil | TMG compra ‘Recursos Humanos’ da Delcon e entra na Confeção

Mundo Têxtil | TMG compra ‘Recursos Humanos’ da Delcon e entra na Confeção

Pub

 

Conforme chegou a ser referido aquando da abertura do processo de falência do Grupo Têxtil Ricon, a TMG Textiles, com sede em Vila Nova de Famalicão, e uma das mais importantes empresas do setor têxtil nacional, acaba de concretizar a aquisição dos ‘Recursos Humanos’ da empresa de confeções outwear Delcon, ganhando para o seu portefólio todo o know-how e experiência do pessoal que laborava na empresa.

 

 

“A MG Lab emprega 60 pessoas e produz cerca de 200 peças/dia. Vendemos valor acrescentado aos clientes que buscam qualidade e competência”, explicou Rita Ribeiro, business manager da TMG Textiles, que também contratou o responsável pelo sourcing do grupo Ricon ganhando assim acesso a “uma rede espetacular de fornecedores”.

Não fazer concorrência aos seus clientes de tecidos é uma das preocupações da estratégia de verticalização e extensão industrial da TMG Textiles, que fechou 2017 com um volume de negócios da ordem dos 30 milhões de euros.

Em 2018, a empresa espera fechar o exercício com vendas de 33 milhões de euros, sendo que para 2019 a faturação deverá registar novo progresso e atingir os 35 milhões, beneficiando já do total impacto da aquisição da Delcon.

“Desde 2016 que estamos a crescer a dois dígitos”, declarou Rita Ribeiro, acrescentando que a coleção, que está a apresentar na Premiére Vision, com inspiração hípica, foi toda confecionada na MG Lab.

 

Fonte: T-Jornal

 

Imagem de destaque: TMG Textiles (TMG Textiles; divulgação fb)

 

Obs: Este artigo teve como título original “Mundo Têxtil | Têxtil Manuel Gonçalves compra Delcon e entra na Confeção”. Tal facto, bem como o lied originalmente publicado em entretanto reformulado, originou erros de leitura, apesar de o conteúdo da notícia referir expressamente, no seu corpo, que se tratava da aquisição dos ‘Recursos Humanos” da empresa. Do facto, apresentamos as nossas desculpas.

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos. Gostaríamos de poder vir a admitir pelo menos um jornalista a tempo inteiro que dinamizasse a área de reportagem e necessitamos manter e adquirir equipamento. Para além disso, há ainda uma série de outros custos associados à manutenção da Vila Nova na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de multibanco ou netbankimg.

 

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Economia

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.