21 e 22/9 Vila Nova de Famalicão

Devesa | Cão Danado estreia-se com espetáculo ‘Germinal’ e revela frutos da residência artística de Davis Freeman

Devesa | Cão Danado estreia-se com espetáculo ‘Germinal’ e revela frutos da residência artística de Davis Freeman

Pub

 

 

A companhia cultural Cão Danado, depois de convocada para o efeito, vai “assentar arraiais” no Parque da Devesa, durante o fim-de semana – dias 21 e 22 – com o projeto “Germinal” e uma residência artística com Davis Freeman. A associação, criada em 2001, assume-se como uma estrutura de criação e de produção de artes, tendo vindo a desenvolver o seu trabalho não só na área das artes performativas, mas também nas artes visuais, música, cinema e formação. Serão dois dias, hoje e amanhã, de maratona cultural com inúmeras iniciativas e atividades destinadas a todos os públicos.

 

 

Nos últimos tempos, a companhia tem desenvolvido um conjunto de parcerias e colaborações regulares com a ACE (Academia Contemporânea do Espetáculo), escola de teatro de Famalicão, e pretende estabelecer um aprofundamento de trabalho com as várias dinâmicas culturais do concelho famalicense e da região.

A nova amplitude do projeto cultural justificou a mudança da sede da associação para Vila Nova de Famalicão, onde ficará instalada num dos pavilhões do Lago Discount, que acolhe também desde há um ano, o INAC – Instituto Nacional das Artes Circenses.

Paulo Cunha, o presidente do município famalicense, referiu há dias que “a vinda do Cão Danado é uma boa notícia para Vila Nova de Famalicão que tem vindo a reunir no seu território um conjunto de companhias, espaços e associações culturais e educativas que está a fazer do nosso concelho um espaço criação e produção artística que vai de encontro à nossa estratégia de afirmação e democratização cultural”.

O projeto “Germinal” será uma forma de apresentação ao público famalicense em geral. Uma das responsáveis da associação, e sua porta-voz, Sara Barbosa indicou, na mesma altura, que “com os novos projetos na área de cruzamento disciplinar, não hesitamos em eleger a cidade de Famalicão para o desenvolvimento dos mesmos, pela sua crescente dinâmica cultural, privilegiada localização e sobretudo pela forma acolhedora como sempre nos receberam criando parcerias que iriam motivar o projeto Germinal e (In)Formação projetos complementares à excelente oferta de formação artística nesta cidade.”

Com uma equipa constituída por mais de meia centena de elementos, entre responsáveis, atores e outros participantes, a Cão Danado pretende retomar a experiência de um espaço e de uma programação regular multidisciplinar que a estrutura teve nos anos de 2004/2006, através de parcerias para cruzamento disciplinares.

 

Programa de festas

Assim, pelas 17h00, 17h45 e 18h30 de hoje, na Ilha dos Amores, será feita a apresentação pública de “(A)Solos/Assentos”, que é o culminar do trabalho com Pascal Luneau, em Famalicão. Cinco textos sobre o tema do “assento”, do estado de estar sentado com ou diante de outras pessoas. Jovens atores recém- formados pela ACE de Famalicão, apresentam, divididos em três grupos, três diferentes versões na Ilha dos Amores.

A partir das 19h00, arranca a residência artística Expanding Energy, com Davis Freeman, através de uma conferência-performance (com ações performativas de 4 bailarinos). Pelas 20h00, realiza-se um jantar-debate e pelas 22h00, um concerto/performance. Sob orientação de Davis Freeman e Leonor Keil, a participação dos músicos Jochen Arbeit e Sérgio Martins e da atriz Sara Barbosa, será preparado um cocktail de todos os problemas ambientais que promete levar os corações ao limite numa explosão de energia.

No sábado, a partir das 16h00, o parque é palco do concerto Germinal com Jorge Fernandes & Co. Às 17h00, arranca o lanche-piquenique com as toalhas realizadas na oficina do fim-de-semana de 8 e 9 de Setembro. Pelas 18h00, nova apresentação pública de “(A)Solos/Assentos”, com encenação de Pascal Luneau e pelas 19h30, acontece “Arte em Processo” com Teresa Silva, Afonso Rocha e Constança Araújo Amador, onde se procura refletir sobre as novas realidades artísticas contemporâneas nos seus discursos indefinidos, plurais e abertos, que conduzem a novas formas de pensar e comunicar.

A partir das 21h30, destaque para “7 Promessas”, com direcção de Davis Freeman. “7 Promessas” apresenta dois pregadores ambientalistas/ecologistas que apelam à audiência a transformar as suas palavras em ação. Nós sabemos que enfrentamos um desastre ecológico iminente, mas a questão é, porque é que não estamos a fazer mais em relação a isso? “7 Promessas” debruça-se sobre estes problemas com um sentido de urgência e humor.

A partir das 22h30, acontece “Karaoke Art”, sob a direção de Davis Freeman. Davis Freeman endereçou um convite a quinze artistas internacionalmente aclamados para que integrassem este projeto. A cada artista foi dada uma lista de canções de karaoke e foi-lhes pedido que criassem um vídeo totalmente original para a canção da sua preferência, tendo como única exigência que o vídeo transmitisse o seu estilo pessoal e a sua visão do mundo atual, sem retirar preponderância à música e às letras. No bom estilo de um karaoke tradicional, o único intérprete deste projeto é o público, que apenas poderá visualizar os vídeos se os selecionar para cantar. À meia-noite a festa encerra com DJ Tatsumaki.

 

O evento é de participação livre e gratuita.

 

Fonte: Município de Famalicão.

 

Pub

Categorias: Agenda, Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.