Indústria Têxtil e do Vestuário

Inovação | CITEVE desenvolve métodos para avaliação da compatibilidade biológica

Inovação | CITEVE desenvolve métodos para avaliação da compatibilidade biológica

Pub

 

 

Os laboratórios do CITEVE estão a desenvolver os métodos para avaliação da compatibilidade biológica nos mais diversos tecidos tendo em linha de conta quer os efeitos do seu uso na pele humana quer as problemáticas ambiental e de ética animal tão em voga nos dias de hoje. Ao reportório de ensaios para a avaliação da eficácia antimicrobiana, e ao atual método (ISO 10993-5) que avalia a citotoxicidade dos materiais e auxilia na previsão dos seus efeitos biológicos, encontra-se em implementação o referencial normativo ISO 10993-10.

O CITEVE pretende assim acompanhar o desenvolvimento tecnológico que tem permitido a múltiplas empresas da Indústria Têxtil e do Vestuário desenvolver novos e melhores produtos, indo ao encontro das necessidades dos seus clientes quer do setor público quer do setor privado. Colorações mais vivas e duráveis, fibras mais macias, tecidos e malhas resistentes às condições climatéricas ou com propriedades antimicrobianas são alguns dos exemplos das propriedades requisitadas e apreciadas.

No entanto coloca-se a questão: até que ponto estas propriedades têm compatibilidade com a pele dos utilizadores? A exposição prolongada a estes aditivos poderá desencadear processos de irritação?

A metodologia agora desenvolvida pelo CITEVE permite avaliar o potencial de irritação dos dispositivos médicos. Várias metodologias são propostas neste referencial, e embora predomine no mesmo a referência à utilização de técnicas in vivo (uso de seres vivos na sua totalidade ou seus órgãos), existe uma alternativa in vitro (ensaios que usam células, microrganismos ou biomoléculas fora do seu contexto biológico normal) que recorre à utilização de modelos de epiderme reconstruída (RhE models) para prever possíveis efeitos nocivos no utilizador final.

Como o nome indica, estes modelos apresentam a mesma estrutura que a epiderme do ser humano, e resultam da recolha de queratinócitos (células predominantes na pele, com alta capacidade de diferenciação nos diferentes tecidos que a compõem) e sua sedimentação numa membrana de policarbonato. Após um criterioso procedimento, estas células diferenciam-se e originam uma nova epiderme, completamente funcional e que mimetiza uma epiderme  normal.

A utilização deste procedimento, além de avaliar a citotoxicidade dos materiais, irá permitir determinar qual o efeito do produto na pele do utilizador ao nível da irritação, através da quantificação da interleucina 1-alfa (citoquina IL-1a, uma proteína que medeia o processo inflamatório ao nível da pele). O uso desta ferramenta, assim como de outras metodologias in vitro, permite a diminuição da necessidade da experimentação animal e a redução da quantidade de resíduos resultantes da prática laboratorial, indo de encontro à política 3R da experimentação animal (Replacement, Reduction and Refinement – Substituição, Redução e Refinamento). Com este tipo de metodologias, o CITEVE pode ajudar a prever a compatibilidade biológica de produtos e materiais, transmitindo segurança e fiabilidade que se refletirá no bem-estar do consumidor final.

 

Sobre o CITEVE

O CITEVE – Centro Tecnológico é uma organização privada sem fins lucrativos sediada em Vila Nova de Famalicão. Disponibiliza às empresas do Setor Têxtil e do Vestuário, principalmente PME, um portefólio de serviços que inclui ensaios laboratoriais, certificação de produtos, consultoria técnica e tecnológica, I&D+inovação, formação, e moda e design.

A missão do CITEVE é apoiar o desenvolvimento das capacidades técnicas e tecnológicas das indústrias têxtil e do vestuário, através do fomento e da difusão da inovação, da promoção da melhoria da qualidade e do suporte instrumental à definição de políticas industriais para o setor.

Ativo desde 1989, o CITEVE é participado por empresas, na sua maioria PME com base na região Norte de Portugal. Com uma relação muito estreita com as empresas e um conhecimento profundo da realidade e do desempenho do setor, o CITEVE também desempenha um papel importante na definição e implementação de políticas públicas.

Para além de ser um prestador de serviços para as empresas e uma organização de apoio com um papel ativo na promoção do conhecimento e informação para o setor, o CITEVE posiciona-se estrategicamente entre a academia (universidades) e as empresas.

Fonte: CITEVE – Tecnologia Têxtil

 

Pub

Categorias: Ciência, Economia

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.