Multimédia | PARTTEAM prevê triplicar produção de equipamentos self-service

Multimédia | PARTTEAM prevê triplicar produção de equipamentos self-service

Pub

A PARTTEAM, empresa mundialmente reconhecida de tecnologias de informação e especializada no desenvolvimento e fabrico de quiosques multimédia, equipamentos self-service, mupis digitais e mesas interativas, prevê triplicar a sua capacidade produtiva nos próximos anos, num momento em que a produção anual é superior a 1200 unidades e a produção total ultrapassou já as 10000 unidades, e assim incrementar as exportações.

 

 

Daqui até 2020, a empresa espera crescer 20 a 25% ao ano. Esta expansão nos mercados nacional e internacional leva a empresa famalicense a admitir a construção de novas instalações, cujo projeto, de acordo com Miguel Soares, CEO e fundador da PARTTEAM, ronda os dois milhões de euros.

Numa época em que a autonomia do consumidor é cada vez maior, um dos setores em que a empresa mais se tem destacado é o do atendimento self-service, área em que diversos setores, como no comércio, na restauração, na saúde, se têm vindo a adaptar-se e ao mesmo tempo a reinventar-se. Assim, a implementação destas novas tecnologias em diversos setores de atividade tem vindo a ser cada vez mais rápida. Estas permitem uma experiência diferenciada e prática para os consumidores , sendo também uma forma de diferenciação que muitas empresas começam a utilizar para se demarcarem da concorrência, o que favorece o posicinamento estratégico da PARTTEAM.

Ao longo de 18 anos de existência, com acumulada experiência e elevada capacidade de desenvolvimento interno, a PARTTEAM “tem vindo a construir e a percorrer um caminho sólido, assente em valores fortes como a excelência, a qualidade e a inovação”, sublinha Miguel Soares, que acrescenta: “Levamos inovação portuguesa a todo o mundo e somos uma referência no mercado global, com produtos e soluções tecnológicas, para vários sectores industriais”.

Com 36 colaboradores, a PARTTEAM, empresa sedeada em Lagoa, está presente em mais de 35 países e fechou o exercício de 2017 com um volume de vendas de 2,5 milhões de euros.

Pub

Categorias: Economia

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.