Ilustração | Dilúvio, de Maria Pimentel vence 1º Prémio do Concurso de Ilustração da ANIMAR

Ilustração | Dilúvio, de Maria Pimentel vence 1º Prémio do Concurso de Ilustração da ANIMAR

Pub

 

Maria Pimentel, ilustradora do diário electrónico Vila Nova Online, foi a vencedora do 1º Prémio no Concurso de Ilustração Animar 13. Este prémio insere-se no âmbito do concurso de ilustração promovido pelo projeto educativo ANIMAR 13 que incluía uma exposição homónima, ainda patente na Solar – Galeria de Arte Cinemática, em Vila do Conde.

Maria Pimentel venceu o 1º Concurso de Ilustração incluído neste projeto com a obra “Dilúvio”, uma ilustração da curta-metragem “Água Mole”, de Alexandra Ramires (Xá) e Laura Gonçalves. “Dilúvio” faz saltar para a tela a viagem pelo mundo cinematográfico de “Água Mole” destacando a contaminação entre o cinema de animação e a ilustração.

O 1º Concurso de Ilustração da ANIMAR era destinado a estudantes de artes visuais e tinha como objetivo promover as ligações entre as artes do desenho e do cinema. Maria Pimentel frequenta atualmente o Mestrado de Design do IPCA, em Barcelos, na especialidade de Ilustração e Animação. A este propósito, a ilustradora refere que pensa assim “obter conhecimentos mais práticos e especializados nesta área de interesse” pela qual se decidiu depois de finalizar a licenciatura em Artes Plásticas na Faculdade de Belas Artes do Porto – FBAUP, no curso mais geral de Pintura.

Sobre a ilustração, enquanto técnica artística, Maria Pimentel, acrescenta: “Algo que me interessa na ilustração é a existência de objetivos, de um elemento de resolução de problemas. Participar em concursos, especialmente com limitações como, neste caso, uma reduzida paleta de cores, é uma oportunidade para me autodesafiar.”

A jovem ilustradora sente-se “feliz e orgulhosa. É sempre bom ter o trabalho reconhecido”, aproveitando para destacar “a experiência de participar e a oportunidade de criar e partilhar” o seu trabalho.

Em relação ao trabalho com que haveria de vencer o Concurso aberto pela ANIMAR, Maria Pimentel indica ter utilizado alguns pontos de contacto no seu Dilúvio com o filme “Água Mole“, que acabaria por resultar vencedora, pelo que particulariza: “Algumas imagens e elementos da curta são já muito marcantes; e queria manter isso. Apesar de ter visto a curta há um ano, essas imagens ficaram comigo. A imagem da água é algo que me chamou a atenção por ser comum a alguns trabalhos por mim realizados anteriormente, e senti que eu podia contribuir para representar este trabalho. Os outros elementos referenciais incluídos no trabalho são um telhado da aldeia submersa e um regador que, na curta “Água Mole” contrasta com a imagem da inundação.”

Refira-se que a ilustradora Maria Pimentel participa atualmente como voluntária no projeto solidário da Ajudaris, uma associção com sede no Porto que luta diariamente contra a fome, pobreza e a exclusão social, realizando a ilustração de contos infantis.

Entretanto refira-se como outros pontos altos da curta carreira da jovem ilustradora famalicense, o seu trabalho, de 2016, selecionado para publicação no livro “500 sardinhas” (2018; a sair brevemente), e a seleção de outro dos seus trabalhos, de 2017, para participação no concurso da exposição XII Bienal Eixo Atlântico 2017-18que circula ainda por diversas cidades deste território.

VN Online | Maria Pimentel - Dilúvio

.

A Solar – Galeria de Arte Cinemática, de Vila do Conde, acolheu, desde 10 de fevereiro passado e até ao passado dia 20 deste mês de maio, a 13ª edição da ANIMAR, projeto educativo que integra uma exposição coletiva destinada a todas as idades.

A ANIMAR 13 reuniu trabalhos dos artistas Paulo Patrício, Pedro Neves e Marta Monteiro e das duplas Alexandra Ramires (Xá) e Laura Gonçalves e Joana Nogueira e Patrícia Rodrigues, destacando a contaminação entre o cinema de animação e o documentário no panorama cinematográfico nacional. Nesta edição, a Animar propunha assim um cruzamento entre os universos do real e do imaginado, quer através de animações baseadas em histórias e personagens reais, quer da ficcionalização de imagens documentais.

VN Online | ANIMAR 13A exposição teve como pano de fundo os filmes “Água Mole“, de Alexandra Ramires e Laura Gonçalves, “Pronto, Era Assim“, de Joana Nogueira e Patrícia Rodrigues, “Surpresa”, de Paulo Patrício e “A Praia”, de Pedro Neves, que saltaram da tela para a galeria, onde estiveram também patentes diversos objetos relacionados com o processo de produção fílmica como adereços, cenários, figurinos, entre outros.

A proposta de curadoria passou pela expansão dos filmes do seu território tradicional, transpondo as atmosferas estéticas e narrativas para um espaço interativo, em forma de instalação, no qual o espectador foi convidado a participar. Paralelamente, a ANIMAR 13 apresentou uma programação complementar que inclui sessões de cinema para escolas e famílias, visitas guiadas à exposição, workshops e ateliês e o seu 1º Concurso de Ilustração.

VN Online | ANIMAR 13

..

Pub

Categorias: Arte

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Pedro Costa

Diretor e editor.

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.