7/4 | Dia Nacional dos Moinhos. A Moagem do Tempo – Moinhos abertos em todo o país

7/4 | Dia Nacional dos Moinhos. A Moagem do Tempo – Moinhos abertos em todo o país

O dia 7 de Abril é o dia Nacional dos Moinhos. Para relembrar e comemorar este dia a Rede Portuguesa de Moinhos promove uma iniciativa designada – “Moinhos Abertos”.

.

.

«Moinhos Abertos é uma iniciativa de alcance nacional e ampla divulgação com o objectivo de chamar a atenção dos Portugueses para o inestimável valor patrimonial dos nossos moinhos tradicionais, por forma a motivar e coordenar vontades e esforços de proprietários, organizações associativas, Autarquias locais, Museus, investigadores, molinólogos, entusiastas e amigos dos moinhos.

O conceito é simples: Em cada ano, pretende-se colocar em funcionamento simultâneo e abrir ao público para acesso livre tantos moinhos quantos for possível em todo o país por ocasião do dia 7 da Abril, dia nacional dos moinhos.

Esta iniciativa, que se iniciou em 2007, é anual, nacional e mobilizadora, pretendendo-se com esta acção continuada, atingir um impacto duradouro e reforçado a cada ano na salvaguarda dos moinhos portugueses.»[i]

Também no panorama Europeu, nomeadamente em Itália, França, Suíça, Holanda, entre outros países, existem igualmente iniciativas congéneres designadas pelo nome de «Jornadas Europeias dos Moinhos» que ocorrem durante o mês de Maio.

Quadro 1: Exemplos das «Jornadas Europeias dos Moinhos» que ocorrem durante o mês de Maio em diferentes países da Europa; Autor: R. Bruno Matos..

Em Portugal esta iniciativa que reaviva a ligação entre as comunidades locais e os “seus” Moinhos têm nos últimos 8 anos alcançado uma adesão assinalável. Entre 2011 e 2018 os “Moinhos Abertos” triplicaram o número de participações. Em 2011 contabilizaram-se 137 “Moinhos” participantes e em 2018 alcançou-se 367 participações abrangendo a totalidade dos distritos do território Nacional. Nos últimos 8 anos o número de “Moinhos Abertos” foi sempre aumentando progressivamente revelando uma mensagem clara dos valores inestimáveis que os Moinhos comportam. Em 2016 verificou-se o maior envolvimento dos municípios até à data com 65 municípios. Mas 2017 foi o ano com maior participação de “Moinhos Abertos” num total de 374 Moinhos participantes.

Quadro 2: Evolução da adesão aos Moinhos Abertos entre 2011 e 2018; Fonte: RPM – Rede Portuguesa de Moinhos; Autor: R. Bruno Matos.

.

Esta crescente adesão revela que os moinhos são um património com estreitas ligação com as comunidades locais. É um património transversal a todas as faixas etárias. Fazem parte do imaginário dos mais “novos” e ainda estão presentes na memória dos mais “velhos”. Este ano de 2018 são muitas e variadas as participações nesta iniciativa organizada sempre a partir do envolvimento da comunidade local – associações, juntas de freguesia, câmaras municipais, proprietários de moinhos, etc.. De Norte a Sul do País ocorrem simultaneamente centenas de iniciativas.

Quadro 3: Municípios que aderiram às comemorações do dia Nacional do Moinhos 7 de Abril de 2018; Fonte: RPM – Rede Portuguesa de Moinhos; Autor: R. Bruno Matos.

.

Este ano de 2018 o município de Vila Nova de Famalicão abraçou as comemorações do dia Nacional dos Moinhos que se realizará no local do Moinho da Quinta de Vilar conhecido atualmente pelo “Moinho da Devesa”.

Figura 4: Cartaz da iniciativa promovida pelo Gabinete de Arqueologia da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão nas Comemorações do dia Nacional do Moinhos 7 de Abril de 2018; Fonte: Parque da Devesa.

.

Por todo o Vale do Ave e, particularmente em Vila Nova de Famalicão, ainda existem inúmeros Moinhos que poderiam integrar futuras iniciativas semelhantes a estas. Desta forma promoveríamos a salvaguarda, preservação e valorização deste património molinológico tão enraizado na nossa região e supra valorizado por toda a Europa, mas que, infelizmente, nas últimas décadas, tem vindo gradualmente a desaparecer. Fica o apelo para os proprietários, associações locais, juntas de freguesia, câmaras municipais e delegações regionais de cultura –  defendam os Moinhos que ainda restam…

Bem haja o dia Nacional dos Moinhos!

 

.

[i] MIRANDA, Jorge. «O que São os Moinhos Abertos?» in Cartaz de promoção “Moinhos Abertos”. RPM – Rede Portuguesa dos Moinhos e TIMS – Sociedade Internacional de Molinologia, Linda-a-Velha, p.2.

.

 

Pub

Categorias: Agenda

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Bruno Matos

R. Bruno Matos (Trofa, 1978). Arquitecto, (FAAUL, 2003), concluiu a licenciatura como bolseiro ao abrigo do programa Erasmus-Sócrates na Escuela Técnica Superior de Arquitectura da Universidad de Valladolid. Mestre em Metodologias de Intervenção no Património Arquitectónico, (FAUP, 2012). Prémio Ibérico de Investigação em Arquitectura Popular, (Zamora, 2012). Doutorando no Programa de Doutoramento em Arquitectura - perfil “Património Arquitectónico”, (PDA-FAUP, 2012), com bolsa individual de doutoramento concedida pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT, 2013-2017), onde desenvolve investigação sobre património molinológico constituído pelas azenhas e açudes do rio Ave (2008-2017). Membro associado da TIMS - The International Molinological Society, da ACEM - Asociación para la Conservación y Estudio de los Molinos e da RPM - Rede Portuguesa de Molinologia. http://orcid.org/0000-0003-4437-5739

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos de preenchimento obrigatório*