26 a 28/7 | Laurus Nobilis 2018 aposta em celebração por público fiel e valores incontornáveis

26 a 28/7 | Laurus Nobilis 2018 aposta em celebração por público fiel e valores incontornáveis

Pub

O Festival de Rock Laurus Nobilis Music Famalicão 2018, que irá decorrer no Louro, em Vila Nova de Famalicão, de 26 a 28 de julho próximos, encerrou já o cartaz de programação 2018 no início deste mês. Ao todo, serão 20 bandas da pesada a passar pelos 2 palcos a instalar no espaço do festival. 

.

.

De entre o cartaz assinado para a presente edição do Laurus Nobilis, destacam-se três bandas que encerrarão as noites de sexta-feira, 27, os Septicflesh, e de sábado, 28, os Dark Tranquility e os The Godiva. Depois de ter começado por ser um festival generalista e aberto a todo o tipo de público, inclusive o do rock metálico, o Laurus Nobilis assume, em 2018, a sua vocação como festival da pesada.

Vila Nova Online | Laurus Nobilis Music - SepticfleshOs Septicflesh, antes denominados Septic Flesh, são oriundos da Grécia. Vêm apresentar, oficialmente, a Portugal, o seu mais recente trabalho – Codex Omega -, que muito tem sido elogiado e dado que falar por esse mundo fora. São uma das bandas gregas com maior notoriedade quer no país quer fora dele. Tocam uma espécie de heavy metal muito próximo do dark gothic. O seu primeiro disco – Temple of the Lost Race – data de 1991 e era um mini-cd. Foi, no entanto, com Summerian Daemons, de 2003, que ganharam enorme reconhecimento. Este é considerado o seu melhor disco até à data, pelo que se espera que algumas das canções do mesmo sejam também escutadas no Louro e levem o público ao rubro.

Vila Nova Online | Laurus Nobilis Music Fest 2018 Dark Tranquilyty'a AtomaOs Dark Tranquillity, por seu lado, são uma carismática banda sueca. Liderados por Mikael Stanne, a sua música enquadra-se igualmente no Metal Gótico. A banda continua a divulgar o seu último trabalho – Atoma -, mas espera-se também um concerto repleto de de hinos que foram construindo feito ao longo da sua vasta discografia.

Mas do estrangeiro vêm ainda duas outras bandas, mais concretamente de Espanha. De Barcelona e Vigo, respetivamente, virão os Crisix, banda que, diz-se, redefiniu o heavy metal espanho, com o seu thrash metal poderoso, que aproveitarão também para promover o seu novo disco no Laurus, e os Atreides.

 

Vila Nova Online | Laurus Nobilis Music Fest 2018 - cartazA nível nacional o Laurus Nobilis 2018 estará repleto do melhor que se vai fazendo em sonoridades pesadas por terras lusitanas. Para o cartaz deste ano, o Laurus Nobilis conseguiu reunir um conjunto equilibrado de bandas clássicas e outras bem mais jovens.

Tendo por base, na sua apresentação, conceitos sonoros de certo modo nostálgicos, estarão presentes os Tarantula, Mata- Ratos, WEB e The Temple, tudo nomes fortes e já bastante consolidados, dada a longa vida destas bandas.

Ao nível emergente, por outro lado, são vários os nomes que atualmente vão fazendo furor por esses palcos fora. Estarão presentes diversas bandas com trabalhos editados em 2017 e 2018 e em alta rotação, como Cruz de FerroInfraktor,  Hills Have EyesSotzIn VeinLegacy of Cynthia, Revolution Within e EqualeftEstes últimos irão gravar um DVD ao vivo durante o concerto a realizar no Laurus Nobilis.

No que se refere ao género Hardcore, os Booby Trap, os Low Torque e Nine o Nine, o novo projeto de Tó Pica e companhia que muito está já a dar que falar, bem como a icónica banda famalicense que encerrará o festival, os The Godiva, pioneiros do death metal português e que se encontram afastados do ativo há alguns anos e fazem deste concerto o regresso na sua cidade natal.

 

Vila Nova Online | Laurus Nobilis Fest Music 2018 - Fátima Inácio GomesFátima Inácio Gomes, fan deste tipo de festivais, revê os anteriores. Refere por isso que, apesar de o Laurus Nobilis apenas ir ainda para a 4ª edição, se pode já “considerar cliente assídua” do festival famalicense. “Falhei ao primeiro, ao certo, e já no seu cartaz contava com uma banda histórica do metal português, os Ramp, banda que muito aprecio, assim como os incontornáveis Mão Morta. Mas na altura não foi mesmo possível marcar presença.”  Fátima especifica que “a partir de então, o Laurus parece poder tornar-se um forte candidato a abrir os festivais de Verão”, referindo-se concretamente àqueles que frequenta, os de Metal.

“O final de Julho é ótimo para abrir as hostilidades. Há dois anos, o cartaz do dia do metal contava com a banda mais internacional do metal português, Moonspell, e com Bizarra Locomotiva, outra grande banda que, não se considerando do “metal”, tem uma intensidade e força tal que é raro o festival de metal que se preze que não a tenha tido em palco. O Quinteto Explosivo anda no mesmo espetro do metal, mas com uma abordagem brejeira e divertida que garante sempre a festa. No ano seguinte, mais um dia dedicado ao metal e com convidados estrangeiros de peso. Uma aposta arrojada, os finlandeses Amorphis, que no ano passado andavam em tour com o seu icónico álbum Tales from the Thousand Lakes, de 1994. Um motivo acrescido para não faltar a esta edição, além da presença de outras bandas portuguesas do meu agrado.

Já quanto ao que se irá passar nesta edição de 2018 do Laurus Nobilis, Fátima Inácio Gomes, indica que, a seu ver, “o Laurus dá o seu passo de gigante. Dedica três dias ao metal e chama mais bandas de renome estrangeiras, “Scepticflesh” e “Dark Tranquility”, além de outros grandes nomes nacionais, como os enormes e históricos Tarantula, Mata-Ratos, entre outras boas bandas dos diferentes subgéneros do Metal.”

Fátima Inácio Gomes deixa no ar uma questão, a que dá também uma resposta: “A que se terá devido esta aposta para os três dias dedicados ao Metal? Talvez porque o público deste género musical é extremamente dedicado à música, às bandas, à cultura de ouvir música ao vivo e fazer disso uma celebração. Fazer de um festival, de um concerto, um momento de encontros com amigos, conhecidos, sempre sob a égide dessa paixão partilhada, a música.” A sua experiência pessoal reflete-se no complemento à questão colocada: “É tudo isso que me leva a um festival e que me faz, sempre, sair de lá de alma lavada e sorriso no rosto… Além das olheiras. E parece que é nisso que a organização do Laurus quer apostar. Só posso congratular-me com isso e desejar-lhes sucesso e longevidade.”

 

Vila Nova Online | Laurus Nobilis Fest Music 2018 - Manuel Melo . Sinfonias de AçoManuel Melo, especialista dos meios de metal e autor do blogue e programa Sinfonias de Aço, cuja primeira emissão se fez ouvir há 25 anos atrás, em 1992, é perentório a afirmar: “Numa altura em que tanto se fala – outra vez – do desinteresse dos mais jovens pelo rock e, em particular, pelos seus subgéneros mais extremos, a quarta edição do Laurus Nobilis Music pode muito bem ser um tira-teimas: ou o rock mais pesado continua bem vivo, como nos últimos 50 anos, ou então pode também ser um sinal de que este caiu em definitivo para os loops caseiros reproduzidos em colunas bluetooth sem grande produção e definição de som – mas, mesmo assim, do agrado de uma boa fatia da população mais nova.”

O dj e radialista da Rádio Barcelos, numa primeira impressão, crê que, à quarta edição, “o festival famalicense ganhou peso e ficou menos eclético. Se nas edições anteriores se abriu a vários estilos, neste ano parece quase só orientado para o heavy metal e parentes próximos, com um piscar de olhos a valores seguros e experientes da cena nacional e internacional, também até com um sedutor acena à Galiza.”

Assim, considera que no primeiro e mais curto dia, 26 de julho, em que atuam os Booby Trap, banda de veteranos aveirenses entretanto de regresso ao ativo, e os Infraktor, estes últimos com o recente “Exhaust” debaixo do braço, prometem bons espetáculos.

Quanto ao dia 27, salienta no Programa “os gregos Scepticflesh que prometem deixar marcas com o seu death metal de ambientes sinfónicos.”

Já quanto ao dia de encerramento do Laurus, 29, Manuel Melo considera haver “pouca margem para iniciados, sendo o cartaz quase todo repleto de gente altamente experiente. Legacy of Cynthia, Low Torque, Revolution Within, The Godiva” – um regresso local que saúda -, The Temple, os históricos do punk nacional sentem-se como peixe na água em festivais de metal – os Mata Ratos, Tarântula – mais resistentes que um Chuck Norris qualquer e com um desempenho mais maduro -, e os suecos de Gotemburgo Dark Tranquility, que assim regressam ao nosso país para voltar a mostrar o seu death metal de extrema melodia e técnica, deixam no ar a expectativa de um dia muito bem passado para os apreciadores do género.

Tal como Fátima Inácio, e ainda que com um teor diferente, Manuel Melo deixa no ar também algumas dúvidas, ao considerar que “peso, experiência e veterania parecem ser palavras de ordem do Laurus Nobilis 2018.” Portanto a aposta neste cartaz, em 2018, em boa parte veterano, pode colocar interrogações: “Trata-de de uma aposta num público fiel e moldado ao longo de décadas e aposta em valores seguros e incontornáveis do undergound nacional e europeu ou falta de novas propostas, essencialmente na cena nacional?”. Mas se Manuel Melo se questiona, também responde deixando constatações positivas no ar: “Se é verdade que, a nível nacional, a cena [musical] mais pesada já viveu melhores dias (que vão e vêm, como tudo na vida), também é verdade que é uma cena bastante organizada, com um público fiel e interessado que não faz contas aos quilómetros percorridos quando se trata de assistir à música que lhes enche o espírito.” Acrescenta ainda que “no meio de algum aparente desinteresse dos mais novos, ainda vão aparecendo exceções que confirmam os headbangers como uma espécie segura e não em vias de extinção. Cabe agora saber se muitos que por aí andavam há 10 ou 20 anos vão ceder tacitamente e dar-se como derrotados sem ir a jogo ou simplesmente deixam de lado as pantufas, o sofá e o tasco e voltam ao lugar onde foram tantas vezes felizes.”

Manuel Melo conclui: “Porventura, esta edição do Laurus Nobilis Music pode ser um desafio à letargia de muitos. A ver se acordam e tiram o blusão de cabedal e as botas do armário. Se não acordarem à
primeira  – Monothitic Fest, em Barcelos – nem à segunda – SWR, em Barroselas -, só mesmo com um balde de água lá vão. E com um cartaz destes não há receios de passar frio.Vila Nova Online | Laurus Nobilis Music Fest 2018 - divulgação

.

O final das noites será sempre preenchido com DJs destacando-se um dos embaixadores do Heavy Metal de Portugal, António Freitas, da Antena 3, e o já residente Dj Nattu. A distribuição do cartaz por dias e toda a informação atualizada do festival encontra-se em www.laurusnobilis.pt

Além dos dois palcos que o festival tem apresentado em edições anteriores: Palco principal e Palco 2, este ano haverá um terceiro palco. O “Palco faz a tua cena” será um palco situado na zona do Campismo. Este irá funcionar nas horas mais paradas do Festival e será dedicado a projetos emergentes quer de música quer também de outros géneros artísticos, como por exemplo recitais de poesia ou pequenas e simples performances teatrais.

Nesta edição, a aposta no campismo continuará a ser forte. O recinto tem condições privilegiadas para que os festivaleiros passem 3 dias em perfeita harmonia entre a música e a natureza. Assim, à disposição do público será colocada uma praça de restauração devidamente equipada e preparada para fornecer quem permaneça os três dias no festival, haverá atividades de entretenimento diversas, a cargo de associações locais, bem como uma área dedicada ao Black Market.

Vila Nova Online - Associação Ecos Culturais do LouroAssinale-se que o Laurus Nobilis é organizado pela Associação Ecos Culturais, da freguesia do Louro, e tem como objetivo a angariação de verbas que permitam a construção da Casa do Artista Amador.

O preço dos bilhetes oscila entre os 20,00€, para o bilhete diário, 30,00€ para passe geral e os  40,00€, em que o passe geral incluirá a t-shirt oficial do festival. Os bilhetes para acesso ao Festival poderão  ser adquiridos, via internet,  no respetivo site do festival www.laurusnobilis.pt ou no seu facebook – www.facebook.com/laurusnobilismusic, bem como nos locais habituais: bilheteira online www.bol.pt. Em Espanha podem ser comprados em http://www.masqueticket.com.

..

Ligações:

Laurus Nobilis – homepage

Laurus Nobilis – facebook

Vila Nova Online | Laurus Nobilis Music Fest 2018 - apresentação.

 

 

Fonte: Laurus Nobilis Music

 

Pub

Categorias: Agenda, Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Pedro Costa

Diretor e editor.

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.