16/3 | Ambientar-se. Ano Milhão – Homo Sapiens 2.0: Inteligência Artificial – Ficção cientítica ou realidade?

16/3 | Ambientar-se. Ano Milhão – Homo Sapiens 2.0: Inteligência Artificial – Ficção cientítica ou realidade?

Amanhã, 16 de março, pelas 21h30, a AREA – Associação dos Amigos do Rio Este, apresenta na Casa do Território mais uma sessão Ambientar-se. Para esta ocasião, a associação, dirigida por Carlos Faria, escolheu o filme de Mark Elijah Rosenberg, primeiro episódio de uma série de seis episódios produzidos pela RadicalMedia para a National Geographic.

.

.

Desde o momento em que os nossos antepassados fabricaram a primeira ferramenta, a tecnologia e a imaginação impulsionaram a humanidade. Contudo, nos nossos dias, a tecnologia desenha já um futuro que ultrapassa a nossa capacidade de imaginação. Se Júlio Verne e tantos outros ficcionaram avanços científicos, muitos dos quais se viriam a concretizar mais tarde, nas suas novelas ou romances, é indesmentível que, no presente, a realidade ultrapassa bastas vezes aquilo que o cidadão comum pensa ser a realidade.

Tendo este pano de fundo em consideração, em 2017 a National Geographic estreou uma série documental que retrata a vida no Ano Milhão. Nesta nova produção, a National Geographic conseguiu reunir algumas das mentes mais brilhantes da ciência, tecnologia e ficção científica. O resultado apresenta a reflexão destes especialistas que dedicam as suas vidas a estudar e imaginar o futuro. Assim, em Ano Milhão: Homo Sapiens 2.0, é dado a conhecer ao público um futuro bastante plausível e que parece retirado da ficção científica, no qual o homem se funde com a máquina e cede lugar a uma nova experiência do que é ser humano.

“Ano Milhão: Homo Sapiens 2.0” questiona as decisões que o homem terá de se colocar num futuro que começa a ser já hoje, por exemplo, em relação ao seu estilo de vida. Tim Pastore, da National Geographic, chegou a afirmar, acerca dela, que esta série “imagina uma era em que a mortalidade é algo do passado, o homem se funde com a máquina, a inteligência é ilimitada e a espécie humana é interplanetária.”

Nesta série fascinante faz-se alusão à forma como cada aspeto da tecnologia poderá vir a afetar a vida quotidiana. Nos restantes episódios da série em que o presente documentário se encontra integrado, todos eles com duração aproximada de 60 minutos, para além da Inteligência Artifical, os temas em debate são: os avanços na genética e os seus reflexos no envelhecimento, a fusão do corpo com o artifício tecnológico, as mudanças culturais e seu impacto nas relações interpessoais, a possibilidade-necessidade de habitar outros planetas, por falta de recursos no planeta Terra, e eventual contacto com outras formas de vida mais ou menos inteligentes do que o homem e, por último, as adaptações biofísicas necessárias para contactar outros mundos.

 

Vila Nova Online | Ambientar-se - 16/3 - Ano Milhão - Homo Sapiens 2.0 - AREA - Associação dos Amigos do Rio Este

.

Sinopse:

Os avanços em neurociência e engenharia aproximam a realidade descrita pela primeira vez nas grandes obras de ficção científica, na qual a inteligência artificial se torna indistinguível da humana, ou talvez superior a ela, da realidade cada vez mais presente no dia-a-dia. Num futuro no qual os seres de inteligência artificial se tornam colaboradores essenciais ou uma ameaça aos valores e a vida dos seres humanos, quais são os pontos mais importantes que conduzem a esta singularidade e que efeitos terão sobre a evolução da espécie humana?

.

Vila NOva Online | Ambientar-se - 16/3 - Ano Milhão - Homo Sapiens 2.0 - AREA - Associação dos Amigos do Rio EsteA AREA – Associação dos Amigos do Rio Este, com sede em Nine, é uma associação de caráter ambientalista que tem vindo a desenvolver prolífico e relevante trabalho em favor do Rio Este. Nos dias que correm, conseguiu já que todo o rio se encontre coberto por diversos conjuntos de amigos que o limpam uma vez por ano, atividade essa que se desenvolve enquadrada no Projeto Rios.

 

Ano Milhão: Homo Sapiens 2.0 (trailer)

.

.

Imagens de destaque: Detalhe do cartaz Ambientar-se, sessão nº 3/2018 – Ano Milhão: Homo Sapiens 2.0 (Parque da Devesa)

.

Outras imagens:

Ano Milhão – Homo Sapiens 2.0 (frame), em The Daily Galaxy

Area – Associação dos Agigo do Rio Este

.

Artigos relacionados:

Eugénio Oliveira: 3º Encontro de Ciência Cândida Madureira | Inteligência Artificial: impacto e ética

.

 

Pub