26/1 e 27/1| 7ª Arte marca a agenda cultural em Vila Nova de Famalicão

26/1  e 27/1| 7ª Arte marca a agenda cultural em Vila Nova de Famalicão

Pub

O cinema caminha a passos largos para ser cada vez mais uma referência na agenda cultural de Vila Nova de Famalicão. No próximo fim-de-semana sê-lo-á certamente. Cineclube de Joane, Casa das Artes, Casa do Território, Casa da Juventude e Centro de Estudos Camilianos, ainda que cada qual à sua maneira, asseguram presença regular de qualidade nas salas em que exibem os filmes selecionados e/ou propõem atividades relacionadas. A estes espaços, dentro de não muito tempo, assim se espera, juntar-se-á o Cine-Teatro Narciso Ferreira.  
.
.

O Close-Up, ainda na sua 2ª edição, é já uma referência a nível nacional. Nas datas referidas, na Casa das Artes, irá apresentar a primeira réplica do segundo episódio, com o mote da viagem. Serão cinco as sessões a que poderemos assistir, com preço variável de grátis a um máximo de 2 euros:

(1) Para o público escolar:

O Menino e o Mundo, destinado aos alunos dos 1º e 2º Ciclos, relata-nos, sob a forma de animação, a viagem extraordinária de um menino que abandona a sua aldeia para procurar o seu pai, descobrindo um mundo dominado por seres estranhos e fantásticos. Trata-se de uma animação realizada por Alê Abreu que, com este filme, se viu nomeado para um Óscar da Academia, na categoria de Melhor Filme de Animação.  No filme, o realizador recorre ao uso de várias técnicas artísticas (lápis de cor, giz de cera, colagem e aguarela), para retratar as questões do mundo moderno através do olhar de uma criança. 

Peregrinação, filme de João Botelho recentemente estreado, será exibido para alunos 3º Ciclo e do Ensino Secundário. “De forma crítica e distante”, segundo as palavras do realizador ao Observador, adapta livremente a obra de Fernão Mendes Pinto, publicada originalmente em 1614, mediante uma incontornável narração das viagens feitas pelos portugueses ao Oriente durante o século XVI.

(2) Para o público geral:

Além da exibição, na noite de 6.ª feira, de Peregrinação, de João Botelho, em que o realizador fará a apresentação do filme, os cinéfilos poderão assistir a uma sessão dupla na tarde de sábado, com dois filmes incluídos na secção Tempo de Viagem: O Sabor da Cereja, reposição em cópia digital de uma das mais belas obras de Abbas Kiarostami, agora na passagem do 20.º aniversário sobre a estreia do filme, e Dersu Uzala – A Águia da Estepe, de 1975, Óscar de Melhor Filme Estrangeiro em plena Guerra Fria, numa incursão do japonês Akira Kurosawa pela União Soviética que nos deu um dos mais belos filmes sobre a amizade de dois homens, a sua relação com a natureza e o poder fílmico da paisagem.
.
.
.
 Além desta réplica do Close-UP, o YMotion estará também em ação novamente. Neste caso, o concurso e mostra promovido pela Câmara Municipal tem agendada para esta sexta-feira, dia 26, uma conversa aberta com jovens cineastas e estudantes nas áreas do cinema, audiovisual e multimédia. Está também prevista a exibição dos filmes premiados na terceira edição do Ymotion.

Rui Pedro Tendinha, crítico de cinema e mebro do Júri do YMotion 2018, será um dos participantes da conversa aberta com jovens realizadores e estudantes de cinema na Oficina. Esta é promovida pela Câmara Municipal, através do Pelouro da Juventude, cuja vereadora é Sofia Machado Machado Fernandes, que igualmente participará na sessão.

A iniciativa decorrerá no auditório da Escola Profissional Oficina, pelas 10h00, com a presença do jornalista de cinema Rui Pedro Tendinha, do vencedor do Prémio Sophia Estudantes 2017, Dinis Leal Machado, de alguns galardoados da última edição do Ymotion, como Tiago Amorim, vencedor do Grande Prémio Joaquim de Almeida deste concurso, e da vereadora da Juventude da autarquia, Sofia Machado Fernandes.

Tiago Amorim, estudante da Escola Superior de Teatro e Cinema, foi o jovem vencedor da edição de 2017 com uma curta-metragem sobre a história de dois jovens, Manuel e Alfredo, locutores de uma pequena estação de rádio pirata, que versa o filme “78.4 Rádio Plutão”.  Na altura, de acordo com o júri, o filme de Tiago Amorim foi “o filme mais bem conseguido e mais coerente ao nível da realização, fotografia e argumento” e o jovem autor referiu estar muito contente (com o prémio atribuído de 1000 euros), mas também muito surpreendido porque este foi um projeto que nasceu de um exercício de escola”.

Recorde-se que o Ymotion é um festival dirigido aos jovens entre os 12 e os 35 anos, que procura promover a criação, produção e divulgação do cinema jovem português e fomentar sinergias entre escolas secundárias e instituições de ensino superior.

.

.

Em complemento, informamos que estamos a preparar um mini-dossiê, que começará a ser publicado muito em breve, a propósito do filme Peregrinação. O filme será comentado pelo seu realizador, João Botelho, na sessão de sexta-feira à noite, 26, na Casa das Artes. Mantenha-se atento.
.

Pub

Categorias: Agenda

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Pedro Costa

Diretor e editor.

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.