18/1 | Miguel Matos – Palestra “Um negócio como instrumento de liberdade”

18/1 | Miguel Matos – Palestra “Um negócio como instrumento de liberdade”

Na próxima quinta-feira, dia 18, pelas 21h30, a convite do Rotary Clube de Famalicão, Miguel Matos irá proferir uma palestra subordinada ao tema “Um negócio como instrumento de liberdade”. O evento é de acesso livre e irá decorrer no Hotel Moutados.

.

.

Em meados de 2017, Miguel Matos, lançou o livro “Seja Livre, Sendo Dono de um Negócio”, pela editora Vida Económica. Este lançamento foi surpreendente, quer pelo conteúdo quer pelo sucesso alcançado.

Neste livro, Miguel Matos pretende demonstrar que “é possível e acessível a uma pessoa comum tornar-se livre, através da criação e desenvolvimento de um negócio, percorrendo vários passos até atingir o estado de dono do negócio que criou.” A esse propósito, quando Miguel Matos refere liberdade, refere-se à gestão do tempo de vida, sem que se o tenha de trocar por rendimento como forma de sustento.

Aquando do lançamento de “Seja Livre, Sendo Dono de um Negócio” foram muitas as referências elogiosas, mas destacamos aqui uma. António Portela, CEO da BIAL, afirmou que Miguel Matos ajuda a fazer “uma reflexão sobre o nosso posicionamento profissional, enquadrando os nossos objetivos de vida. Passamos grande parte da nossa vida a trabalhar, pelo que o devemos fazer com prazer e sabendo para onde vamos.”

Por sua vez, no prefácio ao livro, Luís Paulo Rodrigues, conhecido famalicense especialista em Comunicação, refere que este é “um livro surpreendente porque, sendo destinado aos empreendedores e homens de negócios, ensinando-os a serem donos dos seus negócios, vivendo dos rendimentos proporcionados por eles, consegue, ao mesmo tempo, transmitir a ideia de um capitalismo de rosto humano.”

Aquando da campanha de lançamento do mesmo, Miguel Matos deixou ficar uma ideia geral aos empreendedores:

“Quando pensares fazer, faz. / Assim terás sempre sucesso e paz.”

Refere ainda no final da sua Introdução:

“A única forma de alguém usar o seu tempo da forma mais prazerosa possível, e com a garantia de sustentabilidade da sua vida e da dos que o rodeiam, normalmente os seus familiares, é construir fontes de rendimento que não dependem do seu trabalho permanente, que não dependem da relação de troca do seu tempo por dinheiro, ou seja, que lhe permitem obter a independência financeira necessária para poder viver com a liberdade de poder fazer aquilo que desejar fazer em cada momento da sua vida.”

Miguel Matos é consultor de gestão e CEO da APAMM desde há 20 anos.
Foi Presidente da Direção do Clube de Ténis de Famalicão, entre 2008 e 2016. Atualmente é um dos autores da Vila Nova.

Pub

Categorias: Agenda

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Pedro Costa

Diretor e editor.

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.