José Miguel de Oliveira

Poesia | As ondas do mar são como as mulheres

Poesia | As ondas do mar são como as mulheres

Pub

 

 

As ondas do mar são como as mulheres
às vezes serenas e dóceis,
como a frescura de um baptismo
que nos lava da certeza
de uma morte infinita.

Outras vezes agigantam-se
e são um mar revolto de fome
e de sede
de conquista da terra.

Agigantam-se tenebrosamente
para engolir a servil lida masculina
e são a espuma a borbulhar
como o clamor de um mar exaltado.

Essas mulheres com íntimos abismos
de uma profundidade oceânica
elas são o vício e o precipício
que enleva a nossa verticalidade.

Elas são o oceano da nossa alegria.

 

Imagem de destaque: Mário Cesariny (pintura); disponível em Blogue Rua das Pretas.

Cinema | Andrei Tarkovski. Um pássaro sujo de neve

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

*

Muito obrigado pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Cultura

About Author

José Miguel de Oliveira

José Miguel Oliveira nasceu a 26 de maio de 1973. É natural da freguesia de Delães, no concelho de Vila Nova de Famalicão onde reside, e professor de filosofia no ensino secundário em Vila das Aves. Em 1994 publicou o seu primeiro livro "Primeira Palavra"; em 2008 foi publicado na antologia "Os dias do Amor"; em 2009 na antologia "entre o sono e o sonho" e em 2012 na "nova antologia de poetas alentejanos". Alguns dos seus poemas podem ser lidos no sítio deliriospoeticos.blogspot.com

Write a Comment

Only registered users can comment.