Turistar por Famalicão | Vá para fora… em Vila Nova de Famalicão

Turistar por Famalicão | Vá para fora… em Vila Nova de Famalicão

Pub

Carla Moreira é famalicense e gosta de viajar cá dentro. Lousado é o primeiro dos turistares em Famalicão que  nos vai dar a conhecer.

 

A entrada no Núcleo Museológico de Lousado é grátis e é possível visitar o espólio ferroviário existente no local. Para além das locomotivas, existe, ainda, material de manutenção da altura e toda a sua envolvência.

A ponte de Lagocinha localiza-se no Lugar da Garrida, sobre o Rio Ave ( …). A sua construção remonta ao século XII (…).

 

Apesar de o outono já ter batido à porta, isso não significa ficar em casa à lareira ou no aconchego da mantinha!!! Há tanto para visitar no concelho de Vila Nova de Famalicão, que seria um desperdício não o aproveitarmos.

Esta rubrica focar-se-á nos aspetos turístico-culturais, ambientais e religiosos da nossa região. O concelho possui uma rede de equipamentos culturais diversificada, como por exemplo a Casa das Artes, a Casa-Museu de Camilo Castelo Branco, o Museu Ferroviário de Lousado, o Museu Bernardino Machado, entre outros.

Para iniciar este cardápio turístico, gostaria de sugerir uma viagem até ao limite sul do concelho e aproveitarmos para visitar o Museu Ferroviário de Lousado. O Núcleo Museológico de Lousado localiza-se na estação de caminhos de ferro de Lousado, no entroncamento da Linha do Minho com a Linha de Guimarães. Este ocupa a totalidade da antiga oficina da Companhia dos Caminhos de Ferro de Guimarães (1883-1927). A entrada no museu é grátis e é possível visitar o espólio ferroviário existente no local. Para além das locomotivas, existe, ainda, material de manutenção da altura e toda a sua envolvência.

Mas se o passeio se destinar a um núcleo familiar/amigos (cerca de 20 pessoas ou mais), a viagem ao mundo ferroviário e quiser que a deslocação seja mais interativa, pode optar por um….. peddy-paper!!! O questionário só existe em português, mas telefonando com alguma antecedência para o museu, ser-lhe-á providenciado uma versão em inglês. Eis uma atividade diferente e economicamente acessível. O horário é de 3ª feira a 6ª feira das 10h às 17h30 e sábado e domingo das 14h30 às 17h30. O museu está encerrado à segunda-feira, na Páscoa e nos dias 24, 25, 26 e 27 de dezembro.

A Ponte da Lagoncinha, em Lousado, é um dos ex-libris patrimoniais do concelho.

Apesar de o tempo já não ser convidativo para um mergulho, e não muito longe do museu, poderá visitar, ainda, a ponte da Lagoncinha, que não deixa de ser um ponto turístico de interesse na freguesia.

A ponte de Lagoncinha localiza-se no Lugar da Garrida, sobre o Rio Ave, na freguesia de Lousado. A sua construção remonta ao século XII, época em que substituiu a antiga ponte romana que estabelecia a ligação entre Cale (Porto) e a cidade de Bracara Augusta (Braga). É um notável exemplo de ponte românica, quer em termos de engenharia, quer a nível histórico, sendo um elemento patrimonial de primeiro plano no concelho e mesmo no país. Foi, em 1952 e 1953, objeto de obras relevantes de preservação, efetuadas pela Direção Geral de Edifícios e Monumentos Nacionais. Apesar disso, todo o cuidado é pouco e, sendo uma ponte antiga, é necessário ter atenções redobradas!!

Não perca a próxima edição desta rubrica!!!

Pub

Categorias: LifeStyle

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.