António Cruz

Avifauna da Devesa | Guarda-rios (Alcedo atthis)

Avifauna da Devesa | Guarda-rios (Alcedo atthis)

Pub

No Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão, é possível encontrar uma das aves que mais fascinam os observadores e os fotógrafos da natureza, o Guarda-rios.

Voando a grande velocidade e a baixa altitude, espelhando as suas cores vivas sobre as águas do lago ou do Rio Pelhe, esta ave parece evocar a força do azul do céu e a graciosidade dos raios do pôr do sol.

Identidade

Existem outros nomes comuns pelo qual é conhecido em outras localidades, como por exemplo “Martim-pescador”, “Pica-peixe”, “Passa-rios”. O seu nome científico é “Alcedo atthis” e pertence à família “Alcedinidae”, da ordem dos “Coraciiformes”.

Características

Ave relativamente pequena, com cerca de 17 a 19 cm de comprimento, considerando o bico. A coroa e as asas apresentam uma tonalidade azul esverdeada, o dorso e a cauda refletem um azul intenso, as manchas da face e as partes inferiores sobressaem com a cor laranja acastanhada e a garganta e a mancha do pescoço são branco puro. As patas são curtas e avermelhadas.

O macho e a fêmea são idênticos, no entanto, é possível a sua distinção através da cor do bico. O macho tem o bico totalmente preto, enquanto que a fêmea tem parte da mandíbula inferior avermelhada.

Os juvenis são parecidos com os adultos, todavia as cores não são tão vivas e as patas são acinzentadas.

Habitat

Zonas com grande abundância de água doce, salobra ou até salgada, como rios, lagos, albufeiras,  charcos e estuários, são os locais que reúnem os requisitos necessários para os Guarda-rios viverem.

Alimentação

Pousado em pequenos ramos ou outros poleiros junto à água ou peneirando sobre a mesma, procura a melhor oportunidade para mergulhar e capturar pequenos peixes ou crustáceos dos quais se alimenta.

Reprodução

Nos meses de abril a julho ocorre a época de reprodução. Os seus ninhos consistem em pequenos túneis escavados em taludes arenosos, junto a cursos de água calmos e com abundância de alimento.

Pela permanência de indivíduos no Parque da Devesa durante o referido período e pela observação de aves juvenis, concluímos que que o Guarda-rios também nidifica no parque.

Ocorrência

Tratando-se de uma ave residente, é possível a sua observação durante todo o ano.

Para apreciar esta maravilha da natureza com uma grande probabilidade de sucesso, na próxima visita ao Parque da Devesa dirija um olhar atento sobre o lago ou sobre o Rio Pelhe.

100% – Meses do ano com registo de observações.

58% – Probabilidade de observação (cálculo baseado nas observações registadas no E-Bird).

Imagem: Google StreetView

Imagem de destaque: António Cruz

 

Mais infornação sobre o projeto:

Avifauna do Parque da Devesa

Avifauna do Parque da Devesa – Página do Facebook

Pub

Categorias: Ciência

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

António Cruz

António Cruz, auditor de profissão, dedica parte do seu tempo livre à observação e fotografia de aves. Em junho de 2013, criou o projeto “Avifauna do Parque da Devesa – Observação e Registo”, com o objetivo de promover a observação, a identificação, o registo fotográfico e a divulgação das espécies que residem ou visitam o Parque.

Comentários

Apenas utilizadores registados podem comentar.